Muitas pessoas fazem do seu cãozinho um verdadeiro filho. Isso é bastante comum, tendo em vista que muitas delas até deixam de ter filhos para se dedicar aos seus bichinhos. É por esse motivo que muitos cãezinhos recebem mimos de seus donos, que vão desde casinha, brinquedos a roupinhas e acessórios. Inclusive, você sabe se deve ou não deve usar roupa para cachorro? É sobre isso que vamos falar neste artigo!

Por que usar roupa para cachorro

Antes de começar a falar se você deve ou não investir em roupa para cachorro, é importante que você entenda como elas surgiram e com qual objetivo. Talvez você esteja pensando que isso é muito óbvio, uma vez que roupas foram criadas para proteção contra o frio, independente de quem use, mas a verdade é que isso vem de muito tempo.

O avanço das raças de cachorro, bem como a evolução de suas características ao longo do tempo, é algo que faz parte da vida animal. Eles não foram criados para viverem no meio dos humanos, mas graças a essa evolução, eles conseguem viver em harmonia com seus donos e outras pessoas.

Hoje, o cão é um animal de estimação e integra muitas famílias que fazem dele um “ser humaninho” assim como todos os outros. Foi esse processo evolutivo que contribuiu para a adaptação do animal, fazendo com que eles usem acessórios com bastante naturalidade.

É aí que entra o uso de roupa para cachorro. Você usa, já usou ou conhece quem usa roupinhas nos pets? Já se perguntou qual a necessidade de “empacotar” os bichinhos, até aqueles mais peludos?

A verdade é que muitas pessoas investem nessa modinha porque querem manter o animal protegido ou, até mesmo, apenas enfeitá-lo em alguma ocasião específica, sejam eles grandes, pequenos, gordinhos ou magrinhos.

Apesar de importantes, as roupinhas podem não ser tão vantajosas assim.

Vamos te explicar por que.

cachorro com roupa de banho

Fonte: Muhannad Alatawi / Pexels

Vantagens de usar roupa para cachorro

Usar uma roupinha pode ser bastante vantajoso para o cãozinho, mas para entendê-las, você precisa listar todas as características do bicho, desde a sua raça ao seu comportamento.

Uma característica bastante importante que você não pode deixar de analisar no seu cão, antes de comprar ou fazer uma roupa para ele, é a sua pelagem. Quando o bichinho tem pouco pelo e a pele fina, uma roupinha quentinha é fundamental para o conforto dele.

Essas roupas podem ser moletons (com ou sem capuz), capas de chuva, vestidos, saias, fantasias, camisas de time e até calças. Vai depender muito do “lookinho” que você quer montar no cão naquele dia quente ou chuvoso. Fique sempre atento à temperatura.

Outra vantagem é que você terá sempre o seu pet arrumadinho, principalmente quando levá-lo para passear. Muitos cachorrinhos acabam se tornando estrelas populares no ambiente em que vivem por estarem sempre sendo vistos e comentados pela “vizinhança”.

Há muitas vantagens de se usar roupa para cachorro, mas o importante aqui é ficar atento ao comportamento do pet enquanto ele estiver usando alguma roupa. Se ele está sentindo frio, calor ou algum tipo de incômodo.

Ao analisar isso e perceber que está tudo sob controle, você pode usar e abusar da roupa para cachorro, sabendo que a prática está sendo vantajosa para o animalzinho que não entende por que está usando aquelas vestimentas.

Cachorro com casaco na neve

Fonte: Pezibear / Pixabay

Desvantagens de usar roupa para cachorro

Usar roupa para cachorro pode não ser algo tão vantajoso assim, e é importante que você saiba disso. Antes de decidir usar alguma roupinha no seu pet, você precisa primeiro entender mais sobre o perfil dele.

Ele é friorento ou calorento? Ele costuma se incomodar em ambientes fechados ou não muito arejados? Este é o primeiro ponto que contribui para que as roupinhas não sejam tão vantajosas assim em um animal.

Os cães de pelagem longa, por exemplo, na maioria das vezes não gostam de sentir que têm algum tecido sobre eles. Isso acontece porque eles normalmente sentem calor de forma mais intensa do que os “peladinhos”, e isso pode até influenciar em seu comportamento, fazendo com que eles fiquem agitados.

Os cães gordinhos também seguem esse mesmo padrão de raciocínio, uma vez que já são mais lentos e se sentem mais cansados depois de um passeio, se comparados a cães magrinhos, por exemplo.

E vale salientar que, por mais que seja “bonitinho” enfeitar o cachorro com roupas e acessórios, não é legal deixar de lado o conforto deles, na verdade, isso é PRIORIDADE.

cachorro correndo na grama com colete

Fonte: Matthias Zomer / Pexels

Comprar ou fazer roupa para cachorro

Após analisar as características do seu bichinho e decidir que é vantajoso usar uma roupinha nele, abuse da criatividade, afinal, ele merece estar bonito! Para isso, você pode comprar ou fazer roupa para cachorro, basta buscar ideias ou até pedir a opinião dos amigos, principalmente daqueles que já têm um pet.

Primeiro de tudo você precisa analisar o que é mais interessante e viável para você no momento. Caso você tenha um valor para investir na compra das roupinhas, é só encontrar as lojas ou petshops mais próximos de você.

Vale lembrar que existem muitas lojas online e que também fazem entrega para sua maior comodidade. Se você não tenha tempo para fazer essa garimpagem, essa pode ser uma boa opção.

Uma outra dica é fazer as roupa para cachorro você mesmo. Existem muitas opções de tecidos confortáveis e próprios para os doguinhos. De acordo com a pelagem e com as características do seu bichinho, você consegue descobrir isso mais facilmente.

Depois de escolher o tecido e a cor, é só selecionar botões, linha e agulha, e colocar a mão na massa! Lembrando que não necessariamente o “fazer” tem que ser através de você, mas uma outra pessoa que você conheça que tenha mais habilidade. A intenção aqui é fazer do seu jeito, mesmo que tenha o auxílio de uma costureira, por exemplo.

Existem muitos tutoriais online que podem te ajudar com isso. Basta você usar a imaginação e ter disposição para fazer aquela roupinha que tem a sua cara e oferece conforto e proteção para o bichinho.