Muitas pessoas que querem adotar um animalzinho de estimação, pensam em adotar enquanto são ainda filhotes. Isso acontece porque, assim como os humanos, essa é a fase em que o pet ainda está criando a sua personalidade, entendendo suas necessidades e gostos e adquirindo anticorpos, por isso é tão importante acompanhá-lo em todo esse período.

No caso de filhotes de cachorro, o processo de escolha é o mesmo, uma vez que eles exigem alguns cuidados especiais. Vamos entender mais sobre eles?

Características dos filhotes de cachorro

As primeira característica que vêm à cabeça quando pensamos em filhotes de cachorro são “bonitinho” e “fofinho”. Muitas vezes, eles até são chamados assim pelos donos, que acabam deixando de lado o nome do cãozinho escolhido por eles mesmos.

Filhotes de cachorro são agradáveis à primeira vista porque são pequenos e brincalhões. Eles conseguem se encaixar nos braços de qualquer pessoa, sem grandes problemas, a não ser que eles estranhem, fato que pode acontecer principalmente com crianças “maldosas”.

Além de fofinhos, esses doguinhos são verdadeiros companheiros, sendo ótimos amigos para crianças com idade um pouco mais avançada, que consigam lidar melhor com os bichinhos.

Eles normalmente são comilões, fazem muito cocô e xixi, e choram porque sentem muita necessidade do conforto do colo humano. É só pensar em um bebê humano, e você vai entender quais são as características dos filhotes de cachorro, pois são praticamente as mesmas.

filhotes brincando

Fonte: Caio Resende / Pexels

Comportamento dos filhotes de cachorro

Durante a infância, os filhotes de cachorro ainda estão começando a entender suas características, e isso está totalmente relacionado à construção do seu comportamento. Até a fase adulta, muita coisa pode mudar dependendo da forma como ele foi ou está sendo criado.

Por isso, alguns cuidados especiais são recomendados com o objetivo de fazer com que o cão apresente bons comportamentos ao longo do seu crescimento. Isso é importante para ele próprio e para os seus donos, pois não terão grandes problemas.

De maneira geral, os filhotes de cachorro costumam ter uma fonte de alegria e agitação fora do comum. Por terem muita energia, acabam exigindo bastante atenção de seus donos, embora eles fiquem felizes por acompanhar o desenvolvimento dos doguinhos.

Eles precisam ser ensinados a comer, a fazer xixi e cocô no lugar indicado, a “pedir” para passear no momento certo. Tudo isso precisa ser passado para eles através de uma rotina que precisa ser cumprida para que ele possa se acostumar o mais rápido possível.

Comportamentos específicos vão variar de acordo com a raça, uma vez que cada uma tem um histórico diferente em relação ao objetivo de sua criação. Eles podem ser agitados, calmos, brincalhões, gulosos e dorminhocos durante sua infância.

Cuidados básicos para filhotes de cachorro

Os cuidados com os filhotinhos devem ser redobrados, pois nessa fase eles ainda não entendem muito o que estão fazendo. Além de cuidado, é necessária muita atenção para que os filhotes de cachorro cresçam saudáveis e não apresentem problemas na fase adulta.

Os cuidados mais importantes estão relacionados aos ensinamentos que eles precisam ter para que apresentem bons comportamentos durante o seu desenvolvimento. Eles precisam entender como funciona a dinâmica da casa e da família, para que possam se adaptar ao ambiente.

Dependendo da raça, os cuidados com os pelos são bem importantes nessa fase. Se o filhotinho já tiver pelos longos, é interessante que você fique atento a pulgas, sem esquecer de penteá-lo cerca de três vezes na semana.

Além disso, cuidados com escovação dos dentes, quantidade de banhos por mês e alimentação, devem ser levados em conta. Tudo isso depende bastante da idade e de características mais específicas relacionadas à saúde do animal.

De modo geral, o mais indicado é que o pet seja levado para uma consulta veterinária logo após os seus primeiros dia de vida. Dessa forma, o dono ficará mais seguro sobre os cuidados que precisa ter para manter a saúde do filhote em dia.

filhotes sentados na grama

Fonte: Chevanon Photography / Pexels

Alimentação de filhotes de cachorro

É importante ficar bastante atento à alimentação dos filhotes de cachorro, pois neste período de vida eles ainda não sabem o que gostam, e por isso não conseguem “pedir” o que preferem comer.

Antes de tudo, é imprescindível que o dono siga uma prescrição alimentar passada por um veterinário. Nela, vai conter tudo o que o pet precisa para ter uma alimentação de acordo com as exigências nutricionais de seu corpo e raça.

De forma mais ampla, é fundamental que o tutor saiba a quantidade apropriada de alimento que deve oferecer ao animal. Muitas pessoas acabam deixando comida à vontade no seu recipiente, e isso é muito ruim porque acostuma o pet a comer mais do que deve ou precisa.

Muita comida pode fazer com que o filhote dilate o estômago e peça cada vez mais comida aos seus donos. Como consequência, ele pode adquirir tendência à obesidade. Ele também pode desenvolver torção gástrica e ter dificuldades em fazer exercícios, podendo ainda ter problemas ósseos.

Muita comida exposta, de forma exagerada, pode atrair moscas, baratas ou outros insetos que possam ter pela casa. Em referência disso, é provável que o cão passe a ter doenças transmitidas por estes insetos.

A ração premium é a mais indicada, pois possui um alto valor nutricional e consegue suprir bem as necessidades do bicho nesta fase inicial da vida. Alimentação natural também pode ser interessante para o bichinho, inclusive, temos um artigo aqui em nosso portal, onde você pode conferir um guia completo sobre comida para cachorro.

Lembrando que o veterinário é a melhor pessoa para fazer essa indicação após analisar o seu amigo canino. Não esqueça!

beagle filhote deitado

Fonte: Pixabay

Preço e onde comprar filhotes de cachorro

Filhotes de cachorro podem variar muito de preço, tudo vai depender de qual raça ele é, e de onde ele veio, pois a sua criação, mesmo que durante alguns dias de vida, interfere bastante neste valor.

O local para comprar um filhotinho também pode variar. Você pode encontrar em canis especializados ou até em petshops. Outra opção é ficar em contato com um amigo, vizinho ou alguém que tenha uma cachorrinha prestes a dar a luz. Caso a doação seja de interesse do dono, essa pode ser uma opção para você.

Para saber mais informações sobre isso, primeiro é interessante que você já tenha em mente qual a raça que você deseja ter em sua casa. Caso ainda tenha dúvidas, faça uma lista para procurar mais informações sobre as raças de interesse, e entender qual é a melhor para o seu perfil.

Você pode conferir tudo sobre várias raças, inclusive preços, em nosso guia de raças aqui no portal.