Doguinho brincando em cercado

Fonte: Pixabay.com

Quando se trata de utensílios, objetos ou qualquer coisa para cachorro, é muito comum que as pessoas tenham dúvidas sobre quais os melhores tipos/marcas, principalmente em relação a vantagens e desvantagens. Pensando nisso, vamos falar neste artigo sobre cercado para cachorro, já que é um objeto que pode não ser tão vantajoso para o cãozinho. Tudo vai depender de seu comportamento e algumas características únicas de cada bicho. Quer entender mais sobre cercado para cachorro? Continue a leitura!

Por que ter um cercado para cachorro

Se você tem um cachorrinho em casa, certamente deve saber o quanto é difícil, em alguns momentos, tentar ter o controle e não conseguir manter. É que cada cão tem uma personalidade diferente, e isso independe da raça, uma vez que cada um deles veio de famílias, lugares e criação diferentes.

Uma das formas de controle usada por muitos tutores é ter um cercado para cachorro, onde seja possível colocar atrativos para que eles possam ficar lá por um determinado tempo e, melhor, sem achar ruim o fato de estar “preso”. Alguns cachorros não gostam do cercado, mas essa maneira de controlar o cão tem suas vantagens.

Antes de tudo, é fundamental que o dono do pet entenda muito bem sobre o cachorro e seu comportamento. O que acontece é que muitas pessoas acreditam que, por ser da mesma raça, cães têm o mesmo temperamento, mas não funciona assim.

Da mesma maneira acontece com os humanos que, por mais que tenham a mesma idade, sexo, nacionalidade, cultura e outras características semelhantes, possuem personalidades totalmente diferentes. O cãezinhos, portanto, seguem esse mesmo raciocínio, então você precisa “monitorar” o seu individualmente.

Feito isso, é hora de entender o quão importante será o cercado para o seu bichinho. Há algumas raças que se sentem presas demais, logo, não é interessante mantê-las presas por muito tempo. Por outro lado, há outras que até gostam da paz e tranquilidade que encontram naquele espaço dedicado especialmente para elas.

Nesse caso, oferecer um espaço cercado para o cão se sentir tranquilo, pode ser uma grande vantagem para o emocional dele. Mas isso só será vantajoso se o seu cão for de comportamento tranquilo e calmo, pois há dogs bastante agitados que se sentem estressados quando são mantidos em locais cercados.

Outro ponto importante está relacionado ao controle do cão. Esse é um dos casos que o dono não pode se “importar” tanto se a personalidade do bicho for agitada e ele necessitar de espaço. Justamente por ser assim, esse tipo de cachorro precisa de um controle para que os donos consigam fazer o que precisam sem serem atrapalhados pela agitação do bicho.

A maior dica nesses casos é ter paciência, pois é muito provável que o pet se sinta ainda mais agitado quando for colocado dentro do cercado. Por outro lado, é importante que você ensine a ele, aos poucos, que precisa ficar ali por um tempo. Além disso, ensine que ele não está em uma situação terrível, apenas está em um lugar onde ele pode ficar sozinho e relaxar, por menor que seja o tempo.

Por último, uma grande vantagem de se ter um cercado para cachorro é em casos de visitas. É normal que algumas pessoas tenham medo de cachorro, principalmente se eles forem grandes ou tenham personalidades agitadas e agressivas. São muitos os cãezinhos que latem exageradamente quando estranham uma visita ou até uma criança.

Inclusive, quando existem crianças muito pequenas no ambiente, é provável que os pais peçam para os amigos ou parentes prenderem os bichinhos, especialmente se eles tiverem tamanho menor do que o dog. Isso não quer dizer que eles vão atacar a criança, mas é comum que haja a precaução.

De maneira geral, todo tutor deve ter um cercado para cachorro, seja ele espaçoso, menor, branco, preto ou colorido. A verdade é que todo bichinho deve ter um espaço maior do que apenas uma casinha, seja para o bem-estar, seja para o controle de seu comportamento pelo dono.

Porque não ter um cercado para cachorro

Vimos acima o quanto é importante ter um cercado para cachorro em casa. Porém, assim como todas as outras coisas da vida, isso também tem o seu lado ruim. O primeiro ponto que deve ser destacado ao se falar sobre cercado para cachorro, é a forma como o cão é colocado lá.

É importante entender que todo cão, seja qual for a raça, precisa de atenção. Alguns são mais independentes e não exigem tanta atenção. Outras são extremamentes dependentes de carinho e atenção de seus tutores e até de pessoas “aleatórias” que passam na rua.

Nesse caso, também é fundamental frisar que o mais importante para saber se é vantajoso ou não ter um cercado para cachorro, é entender as características do cão. Quando você sabe sobre o seu comportamento, entende o que faz bem e mal a ele, com certeza a decisão fica mais fácil, seja para colocar o cachorro em um cercado, seja para agir a respeito de qualquer outra coisa.

Algumas pessoas costumam querer “arrumar” qualquer lugar para colocar o pet quando estão estressadas ou sem tempo para dedicar a eles. Então aí vai a primeira desvantagem: o cachorro pode se sentir estressado e, ao sair, mostrar comportamentos piores do que estavam apresentando.

Pense bem e analise tudo sobre o seu cachorrinho, pois a função do cercado não é deixá-lo mal. Então se você tentar diversas vezes e perceber que, em nenhuma delas, o bicho se sente “tranquilo”, realmente essa não é uma das melhores alternativas quando pensar em deixar o cão em algum lugar sozinho.

Por fim, outra desvantagem é ter um cercado, porém, não ter tempo para mantê-lo limpo. Muitas vezes, o dog pode se sentir estressado pelo ambiente em que está, então faça o teste e tente manter o local sempre agradável para que ele não sinta que está no pior lugar no mundo.

Também não deixe o lugar sem atrativos, principalmente aqueles que o bicho mais gosta. Isso inclui brinquedos e comidinhas também.

Dicas de como fazer um cercado para cachorro

Há muitas opções de cercado para cachorro sendo vendidas em lojas físicas de utilidades para cães, e lojas virtuais. Os preços podem variar bastante, vai depender apenas do tamanho e tipo de material escolhido pelo dono, que pode ser plástico, madeira, tela, PVC, entre outros.

Tudo depende também do espaço que será usado para montar o cercado para cachorro. Quem mora em casa, geralmente utiliza o quintal ou outro espaço externo que seja maior. Já quem mora em apartamento e cria um cãozinho próprio para apartamento, monta na varanda ou em algum quarto reservado para o animalzinho.

Mas, se você é daqueles que prefere fazer os utensílios para o seu cachorro, uma opção é fazer de tela e PVC, por ser o mais fácil e que exije menos materiais. Para fazer, basta separar canos de PVC que será usado como base, e os tubinhos que serão usados para fazer o “emendo”, além de cola específica para esse tipo de material.

Antes de tudo, você precisa medir o espaço onde deseja colocar o cercado, para saber a quantidade de tubos e canos que precisa comprar. Com a base feita, você pode optar por amarrar rede ou tela (fios grossos de sua preferência) como se fosse uma barra de campo de futebol, ou fechar todo o espaço com os próprios tubos.

Ambas as opções exigirão custos pequenos para a finalização total do cercado para cachorro. Além de usar em casa, esse tipo de cercado para cachorro é muito útil para se desmontar e transportar. Esta alternativa é bastante usada em eventos de adoção e para colocar o cão para tomar banho de sol em outros locais.

Para deixar ainda mais bonito, uma opção é personalizar com tintas em spray ou adesivos de ossos, ração ou personagens que lembram o universo canino.