whippet

O Whippet é uma raça bem peculiar, que chama a atenção de quem o vê, principalmente por ser conhecido como cão de corrida. Se você chegou até este artigo, provavelmente está interessado em saber mais sobre esse animalzinho. Pois bem, daqui você sairá sabendo tudo sobre essa raça, desde a sua origem, até sua alimentação e curiosidades. Só cuidado para não se apaixonar e querer adotar um hoje mesmo!

Ficha técnica:

• Peso: 9 kg a 14 kg
• Altura: 44 cm a 51 cm
• Grupo AKC: Hound (Cão de Caça)
• Grupo CBKC: grupo 10
• Outros nomes: Nenhum
• Expectativa de vida: 12 a 15 anos
• Origem: Reino Unido
• Preço estimado: R$ 1.000 a R$ 3.000

Histórico do Whippet

A história mais aceita para o origem do elegante e aparentemente frágil Whippet, remete à Inglaterra, no século XVIII. Embora existam desenhos e esculturas muito semelhantes ao cão datadas até 300 anos antes, o animal, como conhecemos hoje, provavelmente surgiu da mistura entre a raça Greyhound (ou Galgo Inglês, conhecido como o cão mais rápido do mundo) e vários tipos de Terriers.

Com a população local basicamente formada por camponeses, a ideia da união de raças era que surgisse uma que fosse veloz e pequena o suficiente para perseguir raposas, coelhos e pequenos roedores. O Whippet foi desenvolvido para encontrar, perseguir e carregar caça em momentos em que a oferta de alimentos era escassa, ajudando na sobrevivência dos seus donos.

Com a Revolução Industrial, a população rural foi migrando para as cidades e os grandes centros urbanos foram surgindo. Consequentemente, os cães foram levados por seus donos para as cidades e, embora, fossem acostumados a correr grandes áreas, logo se adaptaram à vida em pequenas casas e apartamentos junto com a sua família. Com a mudança de ares, a população que sofria com baixos salários e uma situação de vida precária, começou a ir em busca de novas formas de entretenimento, e a raça Whippet foi escolhida como um desses métodos de passatempo.

Devido à sua explosão física e rapidez, as pessoas perceberam que a raça poderia ser utilizada para disputas de velocidade. Daí surgiram as corridas de cachorros, comumente, que eram representadas em filmes e desenhos estrangeiros mais antigos. Eles eram postos lado a lado e liberados ao mesmo tempo, e o que chegasse primeiro vencia a disputa.

Rapidamente esses eventos ganharam adesão e passaram a mover grandes volumes de dinheiro em apostas. A participação do Whippet deu ao cãozinho o apelido popular de “cavalo de corrida do homem pobre” (ou “Greyhound do homem pobre”). Atualmente esse tipo de evento é considerado uma modalidade esportiva, ainda presente em alguns países.

O reconhecimento do Whippet como raça só começou a acontecer a partir do final do século XVIII e início do século XIX, período em que datam os primeiros canis focados nesse animal.

O cão também é bastante popular entre os criadores de cães de caça de médio a pequeno porte, devido à sua postura e aparência que demonstram imponência e delicadeza.

Características físicas do Whippet

A expectativa de vida de um Whippet gira em torno de 12 a 15 anos. Ele possui uma grande variedade de cores, com marcas e manchas espalhadas pelo corpo seguindo diferentes padrões. Na maioria dos casos, o seu pelo é curto e macio, e o seu peso pode variar de 9 e 14 kg.

Em relação ao seu tamanho, o Whippet é considerado um animal de porte médio. O tamanho da fêmea, quando adulta, varia de 44 a 47 cm de altura, já o macho é um pouco maior, ficando entre 47 e 51 cm, medidos da cernelha (região entre os ossos do ombro e a base do pescoço) até a extremidade da pata dianteira.

Uma outra característica forte dessa raça é que, apesar do seu tamanho, ela aparenta ter muito vigor e força muscular, atributos que transmitem delicadeza e ótima postura ao caminhar.

A cabeça é longa, afilando-se progressivamente até o focinho, e plana na parte superior entre as orelhas, que são cor de rosa, pequenas e de textura fina. Os olhos são ovais e brilhantes. O nariz é preto, às vezes, com uma leve despigmentação.

O cão possui um maxilar forte, com articulação em tesoura. Dorso alongado, com tronco bem definido e uma profunda caixa torácica. A cauda é fina e nunca ultrapassa o nível do dorso. Em repouso, ela fica curvada entre as patas traseiras, já em movimento, ergue-se levemente.

whippet na grama

Fonte: Kaz / Pixabay

Comportamento do Whippet

Embora tenha sua origem muito ligada à corrida e à caça, o Whippet é um cão dócil, amável e pacífico, sem dúvida um dos cães de caça mais obedientes e companheiros. Casos de agressividade são raros, mesmo envolvido com animais menores. Eles são muito sociais e extremamente fiéis aos donos, sendo incapazes de causarem algum mal até mesmo por acidente.

Eles possuem uma alta capacidade de adaptação ao ambiente em que estão e são muito atentos e apegados aos donos. Porém, podem se distrair com facilidade em um ambiente novo ou com elementos que possam chamar sua atenção, principalmente, se estiverem em contato com outros animais.

Pelo histórico, são cães com muita energia e resistência, mas que permanecem calmos em ambientes domésticos, seja em casas ou apartamentos. Devido ao pelo curto, podem sofrer com as mudanças rápidas de temperatura e em ambientes mais frios. Por isso, procuram estar sempre em contato com seus cuidadores.

Alimentação do Whippet

São animais sem grandes exigências alimentares, também não necessitam de complementos para manter a estética do pelo ou da pele. A maioria dos donos utilizam ração específica, na quantia indicada pelas marcas.

Porém, o mais recomendável é consultar o seu veterinário para uma orientação pensada para as características específicas do seu animal. Pois a quantidade e a qualidade da alimentação varia de acordo com a idade e peso do seu pet. Ele também pode ter alguma necessidade ou carência nutricional particular.

Pelas suas características físicas, eles são geralmente magros e com músculos fortes, mas não estão livres de problemas como obesidade. Portanto, o principal cuidado que o dono deve ter é fornecer apenas a quantidade de comida que o pet necessita.

Cuidados Especiais com o Whippet

O Whippet é bem resistente e não precisa de muitos cuidados especiais, como outras espécies mais sensíveis. Seus pelos curtos e pele fina não precisam de escovação, por exemplo. Normalmente também não necessita de alimentação diferenciada ou algum tipo de suplemento, mas claro que isso varia de caso para caso.

Dificilmente ficam doentes ou são afetados por algo externo que possa deixá-lo mal. Porém, é muito importante que o animal tenha todas as vacinas em dia e também não consumam petiscos inapropriados. Por isso que a ida a um veterinário é essencial para observar a saúde do cachorro.

whippet de olhos verdes

Fonte: Petpawtraits / Pixabay

Atenção com o frio

O animal é bem resistente e com alta capacidade de adaptação. Porém, seus pelos curtos, pele fina e pouca gordura corporal fazem com que ele tenha problemas com o frio. Por isso, é importante que ele não seja criado em um ambiente externo e sem cobertura, como uma varanda ou quintal. O melhor é que ele possua um lugar próprio dentro de casa, de preferência com uma cama macia e quentinha.

Isso não significa que ele seja intolerante ao frio, pois ele tem a capacidade de caminhar até na neve. Porém, isso não ocorre por longos períodos de tempo, já que ele perde muito calor corporal para o ambiente. Em lugares frios, eles procuram por ambientes mais quentes e permanecem lá quase inativos.

Cuidado com a pele

A pele fina e os pelos curtos contribuem para que o Wippet se machuque com mais facilidade, caso entre em contato com alguma superfície áspera, pontiaguda ou potencialmente cortante. Por isso tenha muito cuidado no ambiente em que você decide caminhar com o cão. Lembre-se de que ele é um caçador e, portanto, muito curioso.

Tenha bastante atenção aos detalhes e certifique-se de que ele tenha liberdade e segurança no momento do passeio ou durante alguma brincadeira.

Exercite o seu cão

O Whippet não foi chamado de “cavalo de corrida” à toa. Provavelmente você já percebeu o quanto atividades físicas estão ligadas à história desse cão. O ideal é que o animal realize exercícios diariamente, principalmente, caminhadas. As atividades devem ter uma duração moderada e devem ser alternadas tendo em vista a sua intensidade durante o percurso.

Não o deixe sozinho

O Whippet é muito adaptável e consegue ser muito tolerante a mudanças, mas não gosta de ficar longe dos donos e de pessoas próximas. Não é recomendável deixá-lo sozinho por longas horas. Isto pode aumentar a ansiedade do cão, torná-lo inquieto e muito carente, fazendo com que ele não consiga desgrudar dos seus companheiros humanos, já que precisam arrumar alguma forma de suprir sua carência.

Curiosidades do Whippet

O Whippet é uma raça cujo nome não é muito conhecido, porém, uma vez vista, não é esquecida tão facilmente, principalmente pelo seu porte e características diferentes de muitas espécies. Vejamos algumas curiosidades envolvendo o pet:

1 – Whippet vem de Whip, que em inglês significa “chicote”. O nome foi dado provavelmente pela sua velocidade.

2 – Por falar em velocidade, o Whippet pode atingir até 56 Km/h.

3 – O mais provável ascendente direto do Whippet, o Galgo Inglês chega a 72 Km/h em uma corrida.

4 – O Whippet possui um ângulo de visão muito maior que o dos humanos. Enquanto o cão consegue ver por 250º, os seus donos conseguem observar por no máximo 180º.

5 – Em 1888, o Kennel Club inglês foi o primeiro a reconhecer o animal como uma nova raça.

Reprodução e filhotes

Inicialmente, o que você precisa é encontrar animais que sejam perfeitamente saudáveis, que estejam ótimos fisicamente e que possuam o comportamento padrão dentro do esperado para a raça. Isso dará a você a certeza de que os filhotes e os reprodutores não terão problemas de saúde no processo de reprodução.

O período gestacional possui cerca de 60 dias. Devem ser fornecidos alimentação de alta qualidade e toda atenção que a fêmea precisa. Cuidados médicos não podem ser dispensados, pois o veterinário dará todo o suporte para que a gestação e pós-parto sejam bem sucedidos.

Após o parto, o veterinário irá prever o tempo necessário para que os filhotes estejam amadurecidos o suficiente para que possam ser separados da mãe. Ele também indicará quais as vacinas necessárias e a vermifugação mais adequada. É importante seguir as recomendações médicas para evitar complicações com os filhotes ou com a mamãe Whippet.

whippet filhote na grama

Fonte: Mabuya / Pixabay

Por que ter um Whippet

Não importa se você mora em uma casa ou apartamento, o Whippet pode ser o companheiro ideal para você. Ele é atencioso, amável, carinhoso e uma ótima companhia para idosos e crianças. Além disso é um cão elegante, imponente e que atrai a atenção de quem o vê.

O companheirismo é uma das maiores características da personalidade desta raça. Ele será uma ótima companhia em casa e um amigo motivador durante a caminhada e exercícios. Sua disposição e energia garantem muitas horas diárias de diversão.

Se receberem a atenção que precisam, eles são extremamente silenciosos e calmos. O espírito de lealdade faz dele um colega inseparável, sempre preparado para atender aos seus tutores. O carinho e a convivência tornarão o canino em praticamente um devoto da sua nova família, continuamente disposto e com muita paciência e obediência.

Por que não ter um Whippet

O Whippet é um cão historicamente voltado para caça, com muita força e um vigor de fazer inveja. Então requer atenção dos seus tutores, pois para ficar bem disposto e motivado necessita praticar exercícios físicos regularmente. A qualidade de vida e a manutenção da boa saúde do cachorro também dependem disso.

Por falar em saúde, lembre-se de que não é aconselhável manter o pet em lugares abertos. Ele tolera um pouco o ambiente mais frio, porém, não é o clima adequado para que ele fique bem. Ter um espaço dentro de casa para ele é um requisito bastante importante.

Também pode não ser recomendável permanecer com o cão muito próximo de pequenos roedores, aves e outros pequenos animais. Temos que lembrar que a raça é originalmente voltada para a caça. O Whippet é naturalmente persistente e não será muito fácil fazer o cãozinho desistir daquilo que ele considerar um alvo. No caso, mesmo que nunca tenha feito nada contra outros pequenos animais, a supervisão precisa ser constante.

Preço, como e onde comprar

Não é tão fácil encontrar o Whippet no Brasil, pois essa é uma espécie bem diferente e muitas vezes cara. Caso compre, saiba que o investimento será algo em torno de R$ 1.000 a R$ 3.000. Tudo vai variar de acordo com o canil, histórico da mãe e do pai.

Independentemente de onde você vá para adquirir o seu animal, é muito importante reunir o máximo de informações sobre a raça para questionar o criador. Faça o máximo de perguntas possíveis, como histórico médico dos pais, como foi a gestação da mãe, vacinas, e outras de seu interesse.

Esses questionamentos são muito importantes porque há muitas lojas e canis que não estão preocupadas com a evolução da raça e com o bem-estar do animal.

Provavelmente a melhor maneira de se conseguir um pet será entrando em contato pessoalmente com um canil especializado ou com outras pessoas que criam a mesma raça.