Apesar de não ser uma raça tão conhecida quanto as outras, o Samoieda é a definição de beleza e lealdade ao dono. O seu tamanho grande e os seus pelos completamente brancos são algumas das características mais famosas da raça. Ele é um cão carinhoso, gentil e sensível, apreciando a companhia do dono o tempo todo. Além disso, é uma das raças mais inteligentes do mundo! Continue lendo para conhecer mais sobre esse bichinho tão fofo.

Ficha técnica

• Peso: 15kg a 30kg
• Altura: 45cm a 55cm
• Grupo AKC: Trabalhadores
• Grupo CBKC: Grupo 5
• Outros nomes: Samoyed
• Expectativa de vida: 10 a 12 anos
• Origem: Rússia
• Preço estimado: R$ 3.500 a R$ 4.000

Histórico do Samoieda

As origens do Samoieda remontam à Sibéria, na Rússia. Seu nome vem de uma tribo habitante da região da Sibéria Ártica, chamados de Samoyedos. Eles eram criadores de uma raça de cães que nomearam de Bjelkier, que significa cão branco que continua branco mesmo após se reproduzir. Isso acontece porque os habitantes não permitiam que o Samoieda cruzasse com outras raças.

Os cachorros eram treinados para guardar os rebanhos, caçar, puxar trenós e aquecer pessoas. A relação entre a tribo e os cães era muito íntima, pois os homens eram calmos, pacientes e gentis. Essa é uma característica que passou para a raça, fixando e permanecendo até os dias de hoje.

A primeira vez que o Samoieda apareceu no mundo ocidental foi através de um viajante e explorador norueguês chamado Fridtjof Nansen. Foram importados 40 exemplares da Sibéria para o resto do mundo.

Mas quem mais viajou com a raça pelo ocidente foi o cientista inglês Ernest Kilburn-Scott, levando os cães para terras inglesas. Já nos Estados Unidos, a responsável pela popularidade do Samoieda no país foi a princesa Mercy d’Argent au. Em uma de suas visitas pela Rússia, ela ficou encantada com a raça e acabou ganhando o cachorro de presente do Duque Michael.

O Samoieda desenvolvido nos Estados Unidos é diferente do tipo inglês, que ficou menor por ser tratado como cão de companhia, enquanto que o americano desenvolveu um porte mais atlético e robusto, pois é considerado um cão de trabalho.

A raça chegou ao Brasil por meio do Sr. Werner Degenhardt. Atualmente, a raça permanece praticamente inalterada fisicamente e é tido como cachorro de companhia.

Pouquíssimos exemplares ainda são utilizados como pastor de rebanhos ou como um cão de trenó, pois estão sendo substituídos pelos Huskies que são criados com esse objetivo desde sempre.

Em 1906, o Samoieda foi reconhecido oficialmente pelo American Kennel Club.

samoieda olhando para foto

Características físicas do Samoieda

A característica mais conhecida do Samoieda é a pelagem totalmente branca e macia. Ele possui duas camadas de pelo, sendo muito resistente ao frio. Um exemplar macho pesa entre 20 e 30 quilos, enquanto que a fêmea fica entre 15 e 20 quilos.

O cão tem as orelhas triangulares e em pé, ligeiramente arredondadas nas pontas, além dos olhos serem pretos e amendoados. Por conta de uma curva acentuada nos lábios, passa a impressão de que está sempre sorrindo.

A sua cabeça é larga, o nariz geralmente é preto, mas também pode ser castanho. Já a sua cauda é longa e cheia de pelos, assim como as patas. O pescoço e os ombros possuem uma juba branca.

Os ossos fortes e membros musculosos demonstram um animal poderoso e livre.

Comportamento do Samoieda

O Samoieda é muito inteligente, sendo essa uma das principais características dele. Mesmo sendo teimoso, consegue aprender várias coisas novas. Além disso, ele é muito afetuoso com as pessoas, mostrando toda a sua doçura e seu carinho, reagindo bem perto de outros animais e estranhos – desde que seja treinado para isso.

São calmos, mas devem se exercitar para que não fiquem agitados e ansiosos. O Samoieda é também é muito atento a tudo ao seu redor, e se perceber algo de diferente, curva a cauda para a frente, como forma de aviso.

Apesar de ser mais independente do que as outras raças, ele é brincalhão, companheiro e leal ao dono, precisando de carinho e atenção da família. Se estiver chateado ou ansioso com algo, tende a latir e cavar.

O Samoieda é uma raça bastante sensível, portanto, o dono deve ter cuidado com a forma que trata o cãozinho, para não magoá-lo!

Alimentação do Samoieda

Como todo animal, a alimentação do Samoieda deve ser feita de acordo com as necessidades nutricionais da raça, levando em conta diversos fatores, como o tamanho e energia gasta durante o dia.

O Samoieda adulto deve ingerir entre 450 a 650 gramas por dia de ração super premium para cães adultos de raças grandes, dividida em pelo menos 2 partes.

O filhote precisa da ração super premium para filhotes de raças grandes até os 2 anos de idade. A frequência deve ser 4 vezes ao dia entre os 2 e 5 meses; 3 vezes ao dia dos 6 aos 7 meses, e 2 vezes ao dia a partir do primeiro ano de vida.

Em relação ao consumo de comidas humanas, o Samoieda precisa ingerir carboidratos, vitaminas e proteínas. Alguns exemplos são: cenoura, batata, carne de vaca, peixe, frango, gema de ovo, beterraba, banana, maçã, morango, alho e sal.

Jamais dê carne de ovelha, cebola, ossos, chocolate, pães, abacate ou temperos fortes para o seu cãozinho, pois isso pode causar alergias e problemas no intestino!

A água deve ser fresca e estar sempre disponível para o pet, mas não deixe comida e água sobrando na vasilha, pois o recomendado é organizar uma rotina saudável para ensinar o Samoieda a obedecer ordens e horários.

Cuidados especiais com o Samoieda

Cada raça tem as suas necessidades específicas, e não é diferente com o Samoieda. São cuidados particulares que os donos precisam ter com os bichos e que são essenciais para que eles mantenham uma boa saúde.

Tópicos como exercícios físicos, saúde e limpeza serão abordados abaixo, mas lembre-se da importância de ir ao médico veterinário para manter a orientação correta para o seu bicho.

A saúde dos cãezinhos é muito importante e não deve ser deixada para depois!

Exercícios físicos

O Samoieda precisa ser adestrado desde filhote, para aprender a obedecer comandos e aliviar a ansiedade e o estresse. Por ocupar o 33º lugar no ranking das raças mais inteligentes, ele pode ser treinado para competições com facilidade.

É fundamental que o Samoieda pratique exercícios físicos regularmente, como pular, brincar com bolinhas e passeios diários – escolha, porém, horários onde o sol não está tão quente. Quando estão chateados e entediados por falta de exercícios, eles latem de forma peculiar.

Saúde

O Samoieda é uma raça saudável, mas como todos os outros cachorros, possui predisposições para algumas doenças, como diabetes, hipotireoidismo, displasia do quadril e glaucoma. O mais recomendado é manter uma rotina de visitas ao veterinário para que ele possa identificar as melhores prevenções para o seu bichinho!

Limpeza

Por incrível que pareça, mesmo com tanta pelagem, o Samoieda não precisa de grandes cuidados com o pelo! O dono deve evitar banhá-lo com frequência por conta de uma camada de gordura natural que impede que a sujeira fixe na pele. Um banho por mês é suficiente!

Caso ele tome muitos banhos, essa camada pode ser reduzida ou até mesmo a pele dele pode sofrer com problemas. Tosas não são recomendadas! Apenas a escovação diária dos pelos é suficiente.

Em relação a higiene bucal, escove os dentes do Samoieda duas ou três vezes por semana, e corte as unhas dele uma ou duas vezes por mês. Verifique sempre se há feridas, sinais de infecção, vermelhidão ou inflamação na pele, ouvidos, boca, focinho, olhos ou patas.

samoieda deitado na praia

Curiosidades do Samoieda

O Samoieda não é uma raça muito conhecida como outras mais famosas, mas as pessoas que o conhecem amam esse bichinho tão peludo, branquinho e fofo. Ele é o “bichinho de pelúcia” mais adorável do mundo!

Como os outros cãezinhos, ele possui suas próprias curiosidades. Segue abaixo três fatos interessantes para você conhecer mais ainda esse pet amável.

1 – Ganhou o nome após as tribos da Sibéria, na Rússia, o utilizarem como puxadores de trenós e cuidadores de renas.

2 – Usam o rabo para cobrir o focinho quando estão com muito frio, como em tempestades de neve, por exemplo.

3 – Por conta da curvatura nos lábios, parecem que estão sorrindo o tempo todo.

Reprodução e filhotes

Assim como todas as outras raças, o Samoieda tem tendências a algumas doenças, mas isso não é motivo para o dono se preocupar. Todo bom criador afasta da reprodução os cães com problemas hereditários, ou seja, só serão reproduzidos filhotes inteiramente saudáveis. É recomendado que se adquira o cão desses criadores específicos que passem confiança.

Uma dica para localizá-los é checar o ranking de criadores da CBKC ou procurar o Kennel Club mais próximo. O cuidado mais importante é saber da hereditariedade do cão e se seus pais não desenvolveram nenhuma doença que pudesse passar para ele através da genética.

Não apoie as fábricas de cachorros, pois eles financiam os abusos e os maus tratos, além de não se preocuparem com o bem-estar do bicho. Sempre que possível, adote! Para saber mais sobre adoção, continue lendo até o final.

O filhote de Samoieda precisa ser adestrado e acostumado com estranhos e outros cães e animais, além de ser ativo e gostar de brincadeiras.

samoieda descansando na varanda

Por que ter um Samoieda

Como você viu, o Samoieda precisa de exercícios físicos para manter a saúde em dia e se desestressar. Se você gosta de pets animados, sociáveis, carinhosos e leais, o Samoieda é perfeito para você.

Além disso, lida muito bem com pessoas que apreciam sua companhia e sabem lidar com a sua personalidade. É uma ótima opção para quem tem crianças em casa, pois o Samoieda é um bichinho dócil e adora pessoas que aceitam suas brincadeiras.

Por que não ter um Samoieda

O Samoieda precisa de socialização precoce, tempo e paciência do seu dono, portanto, caso você não possua algum desses requisitos, é mais recomendado procurar uma outra raça que combine mais com a sua personalidade.

A raça Samoieda é brincalhona, leal e muito carinhosa, então, precisa de donos que possuam a disposição necessária para lhe dar atenção.

Além disso, ele não é recomendado para quem deseja um cão de guarda, pois mesmo tendo um histórico nas montanhas frias da Rússia, é extremamente gentil e calmo.

Preço, como e onde comprar

Como você viu, o Samoieda tem características e históricos bastante diferentes das demais raças. O preço médio do cão é de R$ 3.500 a R$ 4.000, o que o torna um cachorro de custo mais elevado.

Embora seja uma faixa de preço aceitável para muitas pessoas, ele pode acabar custando mais dependendo do canil e da criação dos pais do filhote. Existem alguns canis que possuem a raça, basta pesquisar na internet.

Caso você prefira adotar, fique atento aos abrigos de todo o Brasil, pois o Samoieda é raro e não se encontra em todos os lugares.

De qualquer forma, lembre-se de pesquisar sobre a origem e a família do pet, para ter a garantia de que é a raça pura e saudável. Muitos criadores irresponsáveis só se importam com o lucro, portanto, não deixe de perguntar sobre a saúde e o histórico dele.

Lembre-se: sempre que possível, ADOTE!