rotweiller

É um animal bastante inteligente e é ideal para receber treinamentos. Devido à sua aparência, o Rottweiler intimida.  Talvez por ser um cão muito robusto e forte, ele tenha a fama de ser feroz. É utilizado por policiais ao redor do mundo ou até mesmo como cão de guarda por diversas pessoas. Vamos conhecer mais um pouco sobre esse cão.

Ficha técnica:

• Peso: 45kg a 60kg
• Altura: 55cm a 70 cm
• Grupo AKC: Trabalhadores
• Grupo CBKC:  2 – Cães de tipo pinscher e schnauzer, molossoides, cães montanheses e boiadeiros suíços
• Outros nomes: Rottweiler Metzgerhund, Rott, Rottie
• Expectativa de vida: 8 a 10 anos
• Origem: Alemanha
• Preço estimado: R$2.000,00 a R$6.000,00

Histórico

O Rottweiler (ou hot vale, como nós brasileiros falamos) é uma raça que por muito pouco quase deixou de existir. Sua origem, como muitos sabem, é alemã. Mas se formos um pouco mais a fundo na sua linha genealógica, descobriremos que os romanos foram os primeiros a terem esse cão como animal de estimação. Já nessa época, o Rottweiler era utilizado nos campos, pois sua força era muito útil para auxiliar o trabalho diário.

Quando os romanos chegaram na Alemanha, mais precisamente na região de Rottweil, eles cruzaram seus cães com os nativos do local, originando o que era chamado na época de “cães açougueiros de Rottweil”.

Esse nome foi dado pois a cidade abrigava uma importante corporação de açougueiros, onde os animais eram utilizados tanto para vigiar os gados, além da própria vida dos açougueiros. Como muitos trabalhadores andavam com uma quantia considerável de dinheiro no bolso, muitos confiavam ao Rottweiler a tarefa de protegê-los.

Com o tempo, o seu uso foi ampliado, e em muitos locais era comum ver um cão puxando carroças ou sendo um cão de guarda. Entretanto, com a modernização, muitos animais começaram a perder espaço, sendo substituídos por veículos motorizados. Outro fato que fez diminuir a população de Rottweilers foi uma proibição, no final do século XIX, em que a raça foi impedida de ser utilizada a frente de rebanhos.

Mas a adoração da população era tanta que eles insistiram na criação, desenvolvendo animais bem selecionados, com o cruzamento de fêmeas e machos de forma criteriosa, para garantir as características originais. Durante a segunda guerra mundial, o Rottweiler ganhou espaço nas forças armadas, o que foi fundamental para aumentar sua popularidade.

Rottweiler

Características físicas do Rottweiler

Devido à sua aparência, o Rottweiler intimida. Grande, forte e robusto, não é à toa que ele é utilizado por policiais ao redor do mundo ou até mesmo como cão de guarda por diversas pessoas. Os machos podem medir entre 60cm a 70cm quando adultos, enquanto as fêmeas são um pouco menores, com 55cm a 65cm, aproximadamente.

Eles possuem uma pelagem curta e rígida, em tonalidade preta com alguns detalhes em marrom. Sua cabeça é bem larga, orelhas triangulares e dois grandes olhos, também na cor marrom.

A boca não deixa a desejar, com dentes afiados e mandíbula enrijecida. Assim como o resto do corpo, seu pescoço também é bem forte, com um tronco largo e postura imponente.

Na cauda temos uma questão polêmica. Ainda é comum vermos Rottweilers ou cães simulares com o rabo cortado. Entretanto, algumas associações animais e criadores mais experientes garantem que a mutilação não se faz necessária.

Comportamento do seu Rottweiler

Falar do comportamento do Rottweiler é algo que deve ser feito com bastante cuidado. Assim como todas as raças, o tipo de criação é determinante em como o seu cão vai se comportar diante das outras pessoas e nas situações a que for imposto.

É claro que o seu temperamento também influencia na educação que o dono vai dar, pois alguns cães são mais suscetíveis do que outros a receber ordens e comandos. Mas falando especificamente do Rottweiler, saiba que ele é um animal bastante inteligente e é ideal para receber treinamentos. Talvez por isso, e por ele ser um cão muito robusto e forte, ele tenha a fama de ser feroz.

Historicamente vemos que ele foi bastante utilizado como cão de guarda e para fins de defesa, mas o real motivo era que ele era treinado para isso. Ou seja, ele atendia ao comando que era recebido. Dessa forma, se ele for criado com carinho, atenção e todo zelo que um cão merece, ele vai acabar apresentando essas mesmas características com pessoas e animais.

Mas como falamos anteriormente, todo cão tem sua predisposição. O Rottweiler é ótimo com crianças, mas ele é muito territorial. Por esse motivo se faz necessário um treinamento voltado para socialização. Dessa forma ele vai se relacionar bem tanto com aqueles que residem no mesmo local que ele, assim como com as visitas.

Então a dica que deixamos é: exponha seu animal a todo tipo de situação desde filhote. Apresente a outros cães, crianças e adultos, para que ele cresça acostumado a conviver em harmonia.

Alimentação do Rottweiler

Vamos imaginar uma pessoa que gasta bastante energia e que tenha um corpo mais forte que os demais. Evidente que ela vai necessitar de mais comida durante o dia, não? Com o Rottweiler não é diferente. Mas isso não quer dizer que ele possa comer de tudo e sem controle algum.

Pelo contrário. Justamente por ele ser uma raça que consome uma quantidade maior de comida é que deve ser feito uma monitoração maior. Caso isso não seja feito, há grandes possibilidades do seu cão ficar acima do peso.

Outro problema comum são donos que oferecem outros alimentos além da própria ração. Lembramos a todo momento aqui no site que o sistema digestivo animal não é tão complexo quanto o humano, e certos nutrientes não são digeridos por eles.

Isso pode ocasionar um descontrole, causando males ao bem-estar do seu bicho. Sendo assim, procure oferecer uma ração de boa qualidade, na quantidade adequada, de preferencia uma que seu veterinário indique.

Rottweiler 01

Cuidados Especiais

Quando vamos escolher uma raça, devemos ter em mente que cada uma possui suas necessidades específicas. São cuidados que devemos ter e que vão ser fundamentais para que nosso cãozinho tenha uma boa saúde.

Essa preocupação vale tanto para cuidados físicos, como atenção com os pelos, dentes, peso, mas também se estende às atividades físicas e características comportamentais.

Por essa razão, vamos falar um pouco mais sobre os cuidados especiais que devemos ter com essa raça.

Atenção com o peso do seu Rottweiler

Falamos um pouco acima sobre a alimentação adequada que a raça deve ter. Por ser um cão forte e que se alimenta bastante, muitos donos acham que quanto mais ele comer, melhor. Mas não é bem assim que funciona.

Todo animal tem uma margem de peso que deve apresentar (isso inclusive está na ficha técnica, lá em cima da página). Esse peso aproximado serve para o dono analisar se seu animal está ou não com o padrão apresentado.

Outra preocupação ao sobrepeso é relacionada à frequência de outras doenças comuns nessa raça. O Rottweiler tem predisposição a ter artrose no ombro e displasia coxofemural, por exemplo.

E caso ele apresente um peso maior que o normal, pode acabar prejudicando ainda mais a saúde do animal.

Cauda: um charme de abuso

Falamos que hoje em dia muitos especialistas não indicam que o rabo do Rottweiler seja cortado. Mas não é raro vermos cães com a cauda curta, o que indica que isso foi feito quando ainda filhote.

Historicamente isso era feito pois o rabo atrapalhava nas funções desempenhadas pelo animal no campo. Mas hoje isso não é necessário e cortar essa parte do cachorro se tornou apenas uma tradição.

Lembramos que os cães em geral expressam suas emoções de diversas maneiras, e a cauda é fundamental para desempenhar esse papel.

Cuidados com a pelagem do Rottweiler

O pelo do Rottweiler é bastante curto e firme, e uma escovação semanal já ajuda bastante para que evite a queda excessiva. Em duas estações do ano, no outono e primavera, eles são mais suscetíveis a cair.

Então nesse período é preciso aumentar a frequência da escovação, sendo necessário que se faça diariamente em alguns casos.

Atividade física é essencial

Chegamos a um ponto importante na saúde e bem-estar do Rottweiler. Que ele é grande/forte/lindo/imponente/comilão/educado/inteligente/robusto, você já deve ter percebido. Mas criar essa raça requer uma atenção especial em relação à prática de exercícios.

Para ter um cão saudável, é preciso que ele gaste toda sua energia. Por essa razão o Rottweiler não é indicado para famílias que morem em apartamentos (pelo menos nos muito pequenos).

Preferencialmente, para que ele viva com tranquilidade, uma casa com jardim é o mínimo para que ele possa correr e fazer suas atividades diárias. Caso seu desejo de ter um seja grande, será preciso passear pelo menos 3 vezes ao dia e dar atenção sempre que o cachorro exigir.

Muitas pessoas que vivem em apartamento escolhem essa raça pois levam o animal para atividades diárias mais intensas, como longas caminhas, correr na praia, andar de skate, dentre tantas outras coisas possíveis de se fazer.

Mas antes de levar o seu animal para te acompanhar em um desses exercícios, procure um veterinário para ver se a saúde dele permite isso.

Banho

Como falamos anteriormente, o Rottweiler tem pelagem curta, então não é necessário dar banho com muita frequência. O que pode aumentar a frequência do banho de seu cachorro é o ambiente em que ele esteja ou atividades que ele venha a fazer.

Por necessitar de bastante atividade física, talvez ele venha a se sujar. Mas em regra, uma vez no mês já é o suficiente para que ele esteja bem limpinho.

Predisposição a doenças

Falamos brevemente de algumas doenças que o Rottweiler tem predisposição a apresentar. Isso se deve ao cruzamento irresponsável feito por criadores que não trabalham da forma correta.

Por isso sempre frisamos que é fundamental procurar locais que não visem apenas o lucro, mas também o bem-estar do animal.

Algumas dessas doenças são: Artrose no ombro, displasia coxofemural, alterações cardíacas, endócrinas, oftálmicas, dermatológicas e falência hepática.

Unhas, orelhas e dentes

Detalhes que muitas vezes deixamos para segundo plano. É fundamental cortar a unha do seu Rottweiler pelo menos a cada 15 dias.

Na higienização das orelhas, é preciso ter cuidado para não machucar o animal. Não utilize cotonetes ou qualquer material que possa lesionar a região. De preferência use uma bola de algodão, levemente umedecido, com movimentos leves e constantes.

Com os dentes talvez seja mais complicado no inicio, mas quando o cão se acostuma se torna uma atividade rápida.

Curiosidades do Rottweiler

O Rottweiler é uma raça que ainda não é bem compreendida pela sociedade. Muitas pessoas ainda associam a ele uma fama ameaçadora, de um animal violento. Mas quem cria um cão da raça sabe que não é bem assim.

Por isso vamos falar algumas curiosidades sobre o Rottweiler e caso você seja uma das pessoas que têm um certo receio, talvez possa mudar de ideia.

1. Um cão herói: Em 2008, Jake, um Rottweiler, estava passeando com sua dona quando ouviu um barulho estranho. Ele correu para dentro do mato quando se deparou com um homem molestando uma mulher. Ele assustou o homem e ficou esperando a chegada da polícia. O homem foi preso e o cão condecorado com uma medalha por sua bravura.

2. Famoso na televisão: Ok, talvez famoso não seja a palavra certa para se usar. Mas se algum dia você já assistiu a série Entourage, exibida pela HBO, viu que eles têm no elenco Arnold, um adorável Rottweiler.

3. Você conhece o Will Smith? Com certeza a resposta foi sim. Mas o que ele tem a ver com o Rottweiler? Tudo, pois o ator possui nada mais, nada menos que 5 cães da raça.

4. É uma das raças mais inteligentes: O Rottweiler é considerado a 9ª raça mais inteligente de todas. Isso não quer dizer que ele vai ser Phd em caçar o rabo ou cursar a faculdade de DogWarts, mas que ele tem facilidade em obedecer a comandos e facilidade em ser adestrado. Lembrando que embora seja mais fácil que outras raças, não quer dizer que vá ser fácil. Um Rottweiler bem treinado é muito importante para que ele possa conviver em harmonia com outros cães e humanos.

5. Preferido entre os policiais: Não é apenas pela sua força que o Rottweiler é utilizado por policiais ao redor do mundo. Por ser bastante disciplinado, ele é o preferido por trabalhar na segurança da sociedade, pois é preciso ter um cão atento, forte, destemido e, acima de tudo, com controle emocional.

Rottweiler 02

Reprodução e filhotes

Assim como em diversas raças, o Rottweiler passou a ser uma fonte de renda irresponsável. Vários criadores viram o carinho que as famílias têm com essa linhagem e passaram a cruzar animais de forma irresponsável. Isso gerou animais com problemas ósseos e hormonais.Não dê apoio às fábricas de cachorros, pois eles financiam os maus tratos e não se preocupam com o bem-estar do bicho.

Antes de adquirir um, espere os primeiros 45 dias após o nascimento para levá-lo para casa. Lembre sempre das vacinas e vermifugação, pois são indispensáveis para a saúde e evitam problemas mais graves.

Caso deseje castrar (o que é sempre indicado) o animal, lembre-se de leva-lo ao veterinário para saber as condições necessárias para a operação. Castrar não é algo que evita apenas a reprodução do cão, mas também serve para evitar o aparecimento de algumas doenças.

Para que ocorra o acasalamento, é importante estar atento à criação dada a fêmea. Alguns fatores podem interferir na relação dela com o macho, como antipatia, falta de experiência ou humanização da fêmea, por exemplo.

Sendo assim, caso ela não esteja confortável com a situação, procure não forçar. Em certas ocasiões a presença do veterinário pode ser de grande ajuda

Por que ter um Rottweiler

São muitas as razões para se ter um Rottweiler. Se você deseja um cão de boa índole e que se relacione bem com humanos, essa raça é a escolha certa.

Se quiser para fazer a guarda da sua casa, tenha certeza que não vai se arrepender. Também é um grande companheiro para aventuras, como corridas, caminhadas e atividades que requeiram mais força física.

É bastante obediente, carinhoso, companheiro e confiável.

Por que não ter um Rottweiler

Essa é uma raça que precisa ser educada desde cedo. Caso isso não seja feito, pode acabar tomando as rédeas da relação e se tornar um problema para o dono.

Outro fator determinante para se não adquirir um Rottweiler, é se não tiver tempo para caminhar com o animal ou se você residir em um local com pouco espaço para que ele gaste toda sua energia.

É um cão que come bastante, então talvez seja preciso gastar um pouco mais com ração durante o mês.

Preço, como comprar e onde

A primeira coisa que você deve olhar antes de comprar um Rottweiler, é procurar boas referências sobre os locais que trabalham com essa raça. Como já falamos anteriormente, essa atividade deve ser feita com responsabilidade, pois por mais que se espere obter lucro com a venda dos animais, a saúde do cão deve ser respeitada acima de tudo.

Busque referência com quem já adquiriu um Rottweiler, isso já ajuda bastante. Caso procure anúncios em jornais, revistas ou internet, desconfie de preços e condições fora do normal.O Rottweiler é uma raça cara, e pode custar de R$ 1.800 a R$ 6.000 reais (às vezes mais), dependendo do canil e outros fatores.

Quando for visitar o local que deseja obter o cão, vá com o máximo de informações possíveis sobre a raça, como tamanho, peso, características do focinho, rabo, dentes, e faça perguntas para avaliar se o proprietário tem conhecimento sobre esses quesitos.

Lembre-se que muitos Rottweilers desenvolvem doenças ósseas e hormonais justamente pela reprodução irresponsável e sem critério por parte dos criadores.

É importante também buscar informações sobre os pais da ninhada, pois muitas doenças são transmitidas geneticamente. Pais sãos, filhotes sãos.

Não é uma obrigação, mas procure não adquirir um cão com o rabo cortado. Já falamos aqui que isso é feito apenas por uma questão estética, não tendo necessidades nenhuma para o animal.