pastor alemão

O Pastor Alemão, além de ser um bom cão de guarda, é indicado para famílias, inclusive para as que possuem crianças pequenas em casa. Ele é bastante cuidadoso e gosta de se divertir com seus donos.

Ficha técnica

• Peso: 20kg a 40kg
• Altura: 55cm a 65cm
• Grupo AKC: Pastores
• Grupo CBKC: 1 – Pastores e Boiadeiros, exceto os suíços
• Outros nomes: Cão-lobo-da-alsácia, Lobo da Alsácia
• Expectativa de vida: 10 a 14 anos
• Origem: Alemanha
• Preço estimado: R$ 1.500 a R$ 5.000

Histórico

Talvez você não saiba, mas o desenvolvimento do Pastor Alemão pode ter sido um dos maiores esforços que um criador já teve no aperfeiçoamento de uma raça. E como o nome já sugere, esse cão teve sua origem na Alemanha, graças ao militar Max Von Stephantiz, que vivia na região do Alto-Reno.

Após abandonar a carreira no exército, Max Von Stephantiz decidiu iniciar sua trajetória em outro ramo: a criação de animais, mais especificamente cachorros. A princípio ele se dirigiu à Inglaterra para aperfeiçoar seus conhecimentos sobre a criação de cães, pois os britânicos eram reconhecidos por essa atividade.

Quando voltou ao seu país, passou a visitar exposições de cães pastores, sempre analisando bem cada animal. Em cada um ele via uma característica que se destacava, mas sua intenção era desenvolver uma raça que reunisse todas elas.

Em 1899, quando estava em um evento, ele se deparou com um cão que chamou sua atenção. Rapidamente ele adquiriu o animal e o levou para sua residência. Em pouco tempo Max Von Stephantiz iniciou os experimentos para desenvolver o cão ideal, com características voltadas para o pastoreio.

Entretanto, a Alemanha estava em processo de industrialização, e o trabalho no campo foi perdendo aos poucos o espaço para as atividades na cidade. Isso não o fez desistir, e uma nova estratégia foi formada. Após entrar em contato com ex-parceiros da época de militar, Max conseguiu convencê-los de que o Pastor Alemão era ideal para o trabalho no exército.

Sua agilidade, obediência, inteligência e capacidade de se adequar a diversas situações de guerra fizeram a raça cair nas graças das pessoas. Foi durante a guerra que esse animal passou a ser conhecido pelos americanos, sendo inclusive exportado através do atlântico.

Entretanto, o desenvolvimento da raça em solo americano não foi tão bem feito como na Alemanha, e o animal perdeu algumas de suas características. Enquanto que os alemães prezavam pelas particularidades do comportamento, os americanos focavam na aparência, pois o objetivo principal, para eles, era a exibição em exposições.

Após muito debate, os atributos comportamentais passaram a ser mais relevantes, e o Pastor Alemão voltou a ser criado seguindo os princípios de Max von Stephantiz.

pastor alemão

Características físicas do Pastor Alemão

O Pastor Alemão é uma raça bastante conhecida, pois ele está presente em vários países ao redor do mundo. Além disso, sua aparência é bem característica, principalmente pelo fato dele se parecer com um lobo. Esse talvez seja um dos pontos mais importantes no seu visual: parecer selvagem.

Devido ao rigoroso processo de evolução, essa raça apresenta um porte bem definido, postura firme e imponente. As orelhas e focinho chamam bastante atenção na face. Enquanto as primeiras são firmes e eretas, o segundo é bastante alongado, o que lhe dá um alto poder farejador.

Seu pescoço e corpo são musculosos, com quadril largo e sólido. A cauda, por sua vez, também chama atenção, pois é alongada e muito peluda. A pelagem, por sinal, pode apresentar grande variação, inclusive com combinação de cores. O Pastor Alemão pode ser preto, com marcas marrom-acaju ou marrom-amarelada e cinza-claro.

Comportamento do Pastor Alemão

Embora muitas pessoas se assustem com o porte do Pastor Alemão, principalmente pelo fato dele ser utilizado pelos militares ao redor do mundo, essa raça é bastante dócil. Entretanto, é preciso que ocorra o adestramento desde os primeiros meses de vida.

Por ter sido desenvolvido para estar presente nos campos de batalha, ele se tornou um cão bastante confiante, imponente e bastante atento. Por isso ele é escolhido por muitos para a função de cão de guarda. Para que ele não estranhe outras pessoas (isso é comum) acostume-o a se relacionar com aqueles que não são do seu convívio usual.

Apesar de ser imponente e estar presente na área militar, o Pastor Alemão também é indicado para famílias, inclusive para as que possuem crianças pequenas em casa. Ele é bastante cuidadoso e gosta de se divertir com seus donos. Além disso, adora longas caminhadas e brincadeiras que gastem toda sua energia.

Alimentação do Pastor Alemão

Alimentação é um caso à parte do Pastor Alemão, pois ele apresenta duas características que exigem atenção ao escolher a ração ideal: porte físico e pelagem. Sendo assim, é fundamental oferecer ao cão os nutrientes necessários para que ele se alimente bem e tenha suas necessidades nutricionais supridas.

Além disso, o Pastor Alemão é um cão que gosta de mastigar, seja comida ou não. Então se você não oferecer a quantidade ideal de alimento nem gastar a energia do seu cão, talvez você encontre uma almofada ou outra rasgada.

Em relação a qualidade do alimento, é indicada pelo menos a ração premium, tendo em vista que ela já apresenta características adequadas à raça. Mas caso você tenha condição de investir mais, a super premium também é uma excelente alternativa.

pastor alemão

Cuidados Especiais

O Pastor Alemão é uma raça muito popular, e não é difícil encontrar um lar que tenha ele. Entretanto, isso não significa que todos saibam as particularidades e exigências da raça, por isso é sempre bom salientar as principais obrigações que um dono deve ter.

Abaixo daremos algumas dicas do que deve ser feito para seu pet se desenvolver forte e com saúde:

Exercite o Pastor Alemão

Como falamos aqui anteriormente, essa raça foi desenvolvida para ser um animal bastante ativo. Além disso, ele também é bastante inteligente e adora atividades que estimulem seu intelecto. Por isso, procure passear com o Pastor Alemão pelo menos duas vezes ao dia e brinque bastante com ele. Adestramento, além de ajudar no comportamento dele, também é um ótimo exercício.

Compre brinquedos para ele

O Pastor Alemão adora morder coisas, seja alimentos, brinquedos, móveis ou qualquer ítem que caiba na sua boca. Por isso, para evitar que seus objetos pessoais (e da casa) sejam destruídos, procure disponibilizar para seu pet alguns produtos que ele possa abocanhar quando quiser.

Escove o pelo do Pastor Alemão

Por ter uma pelagem longa e bastante abundante, é fundamental uma escovação frequente no animal. Isso evita que os fios caiam no chão, além de acumular ao longo do corpo do cão. A frequência pode variar de acordo com a região que você more, mas o indicado é que isso seja feito diariamente ou pelo menos uma vez a cada dois dias.

Banho

O Pastor Alemão é um animal que não tende a exalar um odor desagradável. Por isso, não se preocupe em dar banho com frequência. Além disso, o excesso de limpeza pode acabar prejudicando o pelo e pele do animal.

Principais doenças

Por ser um cão bastante ativo, é normal que o Pastor Alemão apresente algumas doenças. Entre elas está a displasia coxofemoral, comum também no Golden Retriever.

Curiosidades do Pastor Alemão

O Pastor Alemão é uma raça muito adorada pelas pessoas e a sua fama é a de que ele é um cão corajoso, leal e muito ativo. Assim como as outras raças, ele tem as suas especificidades e curiosidades que só quem cria sabe. Segue abaixo alguns fatos interessantes para que você conheça mais sobre esse animal tão especial.

1. O Pastor Alemão foi uma das raças utilziadas nas operações de resgate do atentado de 11 de setembro, em Nova Iorque;

2. Um Pastor Alemão foi o responsável por salvar a Warner Brothers da falência. Na verdade, foi o personagem Rin TinTin, que estrelou filmes e séries na década de 1920 e 1930;

3. A potência da mordida dessa raça é uma das maiores entre todos os cães, ficando atrás apenas do Rottweiler;

4. Adolf Hitler, ditador alemão, criava um Pastor Alemão, inclusive batizando-o de Lobo, que tinha o mesmo significado de Adolf (lobo nobre);

5. A raça começou a se tornar mais popular após a segunda guerra mundial, pois muitos cães foram levados para casa pelos combatentes após 1945.

Reprodução e filhotes

Essa é uma etapa muito importante no desenvolvimento da raça. Primeiramente é preciso fazer exames para saber se nem a fêmea ou macho possuem alguma doença ou problema que possa comprometer a saúde dos filhotes. Feito isso, já é um bom caminho para iniciar o acasalamento.

O ideal é que o local onde o contato entre os cães ocorra seja território do macho, pois dessa forma a fêmea vai se comportar de maneira que facilite o ato. Além disso, o macho também se sentirá mais à vontade para tomar as atitudes necessárias para o acasalamento.

Caso a fêmea seja fecundada, é esperado um período de 58 a 65 dias de gestação, sendo do 60º ao 62º os mais prováveis para o nascimento. Perto do parto a cadela começará a apresentar comportamentos estranhos, como cavar, fato que ocorre poucos dias antes dos filhotes nascerem.

Quando isso ocorrer, é preciso que se respeite o período de 50 a 55 dias após o nascimento para que a ninhada seja separada da mãe. Esse tempo é essencial para a saúde dos animais, além de ajudar na educação dos pequenos.

pastor alemão

Por que ter um Pastor Alemão

O Pastor Alemão, diferente do que muitos pensam, não é uma raça indicada apenas para quem deseja ter um cão de guarda. Devido às suas características comportamentais, ele se torna excelente também para famílias e pessoas que queiram um animal ativo e companheiro.

Ele é muito inteligente, então é possível ser adestrado com uma certa facilidade desde os primeiros meses de vida.
Isso vai facilitar que ele cresça em harmonia tanto com pessoas estranhas como com outros bichos.

Essa raça se relaciona bem com bebês, crianças, adultos e idosos. Pesquise vídeos na internet que rapidamente vai achar o Pastor Alemão interagindo amigavelmente com todos. Além disso, ele é ideal para quem gosta de atividades físicas e constantemente praticar esportes ao ar livre.

Por que não ter um Pastor Alemão

Assim como qualquer cão, o Pastor Alemão dá trabalho. Não pense que vai bastar botar ração, água, brincar com ele de vez em quando e passear uma vez ou outra. Essa raça exige bastante atenção do dono, principalmente por requerer atividades físicas e mentais.

Por ser um cão com muita energia é fundamental que o dono estimule o animal com brincadeiras, brinquedos e passeios. Então é preciso que se tenha muito tempo disponível para atenção ao cão.

Por mais que o Pastor Alemão consiga viver em ambientes pequenos, é indicado que ele gaste sua energia durante o dia para não ficar entediado e nem desenvovler problemas de saúde. Por isso, é melhor que o tutor viva em uma casa ou apartamento com uma área maior, diminuindo as chances do animal ter qualquer complicação.

Como, onde comprar e o preço

O Pastor Alemão é um cão muito popular e que atrai a atenção de muitas pessoas. E isso também ocorre com os criadores. Portanto, se vocês pesquisar na internet ou indicações, surgirão milhares de locais que vendem algum cão da raça.

Sendo assim, a primeira coisa que deve ser feita antes de se adquirir o animal é reunir o máximo de informações possíveis sobre a raça, pois as perguntas poderão ser feitas no local que você se dirigir para escolher o seu novo amigo.

Caso o criador não saiba tirar suas dúvidas, evite adquirir um animal desse local. Não custa comentar novamente, mas fuja dos petshops. Eles não se preocupam com a evolução da raça, apenas com a lucratividade.

Também procure não comprar de pessoas que você não conheça direito. Um Pastor Alemão pode custar de R$ 1.500 a R$ 5.000, então há o risco de você perder todo investimento caso gaste seu dinheiro em um animal de procedência duvidosa.