Cachorro exótico e muito adorável, o Old English Sheepdog, também conhecido como Bobtail, é o nome da raça do cãozinho de pastoreio que se tornou um dos animais de estimação preferidos das pessoas. Bastante peludo e de forte personalidade, os cães dessa raça são muito inteligentes e protetores de seus donos. Vamos falar mais sobre ele?

Ficha técnica:

• Peso: 27 kg a 45 kg
• Altura: 51 cm a 61 cm
• Grupo AKC: Herding Group (Grupo de pastoreio)
• Grupo CBKC: grupo 1
• Outros nomes: Bobtail ou Pastor Inglês
• Expectativa de vida: 10 a 12 anos
• Origem: Reino Unido
• Preço estimado: R$ 1.200 a R$ 3.000

Histórico do Old English Sheepdog

O histórico do Old English Sheepdog é um tanto quanto curioso. Ele teve origem no oeste da Inglaterra, em meados do século 19, como “resposta” para uma necessidade de um cão defensor de rebanhos dos lobos que existiam no país. Os cães dessa raça precisavam ser fortes e obedientes, pois eram usados para conduzir gado e ovelhas para o mercado.

Estima-se que a raça foi vista pela primeira vez no final de 1800, mas só por volta de 1900 que ela foi exibida em uma mostra popular, tornando-se conhecida popularmente. Cinco anos depois, o Sheepdog foi reconhecido e registrado pelo American Kennel Club (AKC). Os primeiros sheepdogs, que também eram conhecidos como Bobtail, se apresentavam na cor marrom. Depois de um tempo eles ficaram restritos a tons de cinza com branco.

Apesar de registrado pelo AKC, a raça levou um tempo para que se tornasse conhecida no mundo inteiro. Isso foi acontecendo lentamente e acredita-se que durou até 1970, ano em que a mídia começou a contribuir na sua “popularização”.

Características físicas do Old English Sheepdog

Forte, compacto e abundantemente peludo, essas são as principais características dos Old English Sheepdog. Só pela foto você já deve ter percebido que a linda pelagem desse cão é uma particularidade forte, que o faz ser reconhecido por todo lugar que anda.

Quem conhece de cachorro, já consegue perceber que um Bobtail está vindo. E não só isso. Seu latido também o faz ser percebido de longe, pois ele possui um timbre próprio, inclusive, é o suficiente para amedrontar alguém quando se sente ameaçado.

Esse é um dos motivos que faz com que tutores optem por adotar um cãozinho dessa raça, já que a proteção com o dono é um de suas maiores qualidades. Para quem tem apego e também quer um animalzinho que seja apegado, o Bobtail pode ser uma ótima opção, principalmente para quem tem criança em casa e quer dar uma companhia canina para ele.

Os cães dessa raça geralmente nascem preto e branco, e apresenta mudança de cor a partir dos dois meses de vida, em média. Essa modificação pode durar durante os seus primeiros dois anos de vida, momento em que o cachorro atinge a sua cor definitiva.

Outra grande característica do Old English Sheepdog é a sua facilidade em fazer amizade com outros animais e também com pessoas “estranhas”, que ainda não foram vistas por ele. Para conquistá-lo, basta chamá-lo para brincadeiras aventureiras ou mostrar algum brinquedinho que possa ser utilizado em casa mesmo, afinal, o que ele gosta mesmo é de atenção, principalmente quando tem atividades envolvidas.

Ele é muito tolerante ao frio, também não é para menos, já que a sua pelagem o ajuda bastante nesse ponto. Por outro lado, ele não é muito fã de lugares quentes, pois fica logo agoniado e pode mostrar comportamentos agitados quando colocado em lugares calorentos.

Em relação à sua necessidade de exercícios, podemos dizer que é de moderada a leve. Inclusive, esse não é um cão que tem facilidade para treinamentos, então se você quer treinar o seu cãozinho, o Bobtail pode não ser uma boa opção para o seu perfil.

bobtail sentado na grama

Fonte: Ulanova / Pixabay

Comportamento do Old English Sheepdog

A inteligência do Old English Sheepdog faz com ele tenha comportamentos de um cãozinho educado e tranquilo de convivência. Pela sua educação, ele recebe muita atenção de pessoas que convivem com ele, e isso faz com que ele se comporte cada vez melhor.

Apesar de bastante amigável e de fácil convivência, cachorros dessa raça podem ser teimosos também, principalmente quando querem chamar atenção de seus donos. Agressividade é algo que pode sim fazer parte da personalidade do Bobtail, mas isso só acontece quando ele percebe que alguém está tentando fazer mal a ele ou a seu dono, portanto, são pouquíssimos casos que ele pode se mostrar nervoso.

De modo geral, seu temperamento é tranquilo, e se o dono também for tranquilo, tudo vai funcionar em perfeita harmonia e o pet vai ter sempre o comportamento esperado. A carência também é algo que você vai precisar dar conta caso opte pelo Bobtail. O lado bom disso é que isso pode ser muito bom para você, caso esteja a procura de um amigo canino para fazer companhia e trocar carinho.

Alimentação do Old English Sheepdog

O Bobtail é um animal que não exige alimentos específicos. Normalmente eles comem ração, e a quantidade varia de acordo com o peso e o tamanho do animalzinho.

Se você é daqueles que não pensa muito nessa questão de quantidade do alimento do cão, é importante começar a pensar. Essa informação é bem simples de ser encontrada nas embalagens das rações, mas caso você tenha a oportunidade, o ideal mesmo é levar o cãozinho a uma clínica veterinária para que seja passada a dieta certa para ele.
De maneira geral, é indicado uma quantidade de ração de 90 a 340 gramas por dia, até os doze meses de vida do cão. Para esses filhotinhos, há tipos de rações específicas. Quando o animal tiver maiorzinho, a partir de um ano a quantidade pode variar de 270 a 350 gramas por dia. É importante ficar atento às quantidades e aos tipos de rações, pois isso é fundamental para que o animal cresça de forma saudável.

Na maioria das vezes, cães dessa raça se alimentam de duas a três vezes ao dia. Já a água é procurada por eles quase o dia inteiro, e não há problema nenhum com isso, você só precisa ficar sempre monitorando se não caiu algum bichinho ou sujeira dentro do recipiente da água.

bobtail levando menino no trenó

Fonte: Kurt Sebastian / Pixabay

Cuidados Especiais com o Old English Sheepdog

O Old English Sheepdog exige alguns cuidados especiais que precisam ser levados a sério caso você queira adotar um. Aqui você vai ver algumas dicas, mas é muito importante que você leve o animalzinho para um veterinário, para que ele possa observar quais as necessidades e o perfil exato do bichinho.

Cuidados com o pelo

Por ter pelos longos, é importante ficar atento à escovação e também a pulgas que podem se esconder entre os pelos. Essa manutenção acaba sendo um pouco longa e exige do dono uma dedicação diária para monitoramento e cuidados com a pelagem do cãozinho.

Além de tempo, o investimento acaba sendo um pouco caro, pois são necessários alguns objetos indispensáveis, como escova de pinos, pente de aço e escova lisa. Também vale o investimento em pulverizador ou condicionador específico para o tipo de pelo.

O mais importante é não ficar um dia sem pentear, para que os pelos não se tornem um emaranhado de nós e facilite o acesso de pulgas ou outras sujeiras que possam infectá-los.

Temperatura

Por ter o pelo muito longo, o cão pode se sentir incomodado quando colocado em ambientes de altas temperaturas. Normalmente eles tentam se adaptar para não dar “trabalho” ao dono, mas quando sentem muito calor acabam não conseguindo ser tão adaptáveis assim e mostram logo o incômodo através de irritação e latidos sem fim.

Por outro, eles são muito tolerantes ao frio, já que a pelagem acaba sendo um ótimo revestimento que os protege das baixas temperaturas. Ambientes mais frios são mais favoráveis para esse pet.

Não o deixe sozinho

O Bobtail é muito adaptável e se esforça bastante para ser tolerante a mudanças. Ele tem um instinto muito protetor, principalmente com os seus donos. Mas para que isso aconteça de maneira natural, é importante que os tutores dediquem tempo para dar atenção ao bichinho.

A falta de atenção pode afetar na mudança de comportamento do cão, gerando ansiedade e agitação, embora essas não sejam características dos cachorrinhos dessa raça.

Banho e higiene pessoal

Por conta dos pelos, o Bobtail não pode tomar banho com muita frequência. É recomendado o banho a cada seis ou oito semanas, com produtos específicos. No caso dessa raça, o condicionador é bem importante para facilitar na retirada de possíveis nós que não saíram na escovação diária.

As unhas devem ser aparadas a cada quatro semanas. Os ouvidos devem ser limpos pelo menos uma vez por semana, com bolas de algodão umedecidos com produto indicado por um veterinário.

Os dentes também não ficam de fora da lista! O ideal é que sejam escovados pelo menos uma vez por semana, de preferência com uma escova macia e com creme dental apropriado.

Curiosidades do Old English Sheepdog

1. O Bobtail é um dos favoritos em programas de televisão e filmes infantis de Hollywood. E ele se mostra engraçado por conta do seu comportamento desastrado e muito divertido.

2. Bobtail significa “cauda cortada”, que inclusive acaba sendo um apelido para o bichinho. O nome surgiu justamente porque, antigamente, os tutores desses cães faziam deles cachorros para trabalho. E para não gastar com manutenção dos pelos, eles cortavam a cauda.

3. A ansiedade da separação é frequente nos Sheepdogs. Eles vivem para suas famílias, e eles podem se tornar destrutivos se forem deixados sozinhos tempo demais.

Reprodução e filhotes

Para que a reprodução entre os sheepdogs com outros dogs ocorram de forma harmônica e saudável, é importante encontrar animais que sejam perfeitamente saudáveis como ele. O ideal é que eles estejam bem fisicamente e que possuam o comportamento padrão dentro do esperado para a raça. Isso dará a você a certeza de que os filhotes e os reprodutores não terão problemas de saúde no processo de reprodução.

Durante o período gestacional, devem ser fornecidos alimentos de alta qualidade, como rações nutritivas (mais do que normalmente). Além disso, a atenção dos donos com o cãozinho é fundamental nesse processo. Fique atento: os cuidados médicos não podem ser dispensados, pois o veterinário dará todo o suporte para que a gestação e pós-parto sejam bem sucedidos.

bobtail brincando na grama

Fonte: Kurt Sebastian / Pixabay

Por que ter um Old English Sheepdog

Como já falamos aqui, a fácil e rápida adaptação é uma característica muito forte dos Bobtails. Por isso, ele acaba sendo uma ótima opção para quem não tem um ambiente que combine com o perfil de um cachorro específico. Então não importa se você mora em uma casa ou apartamento, o Bobtail pode ser o companheiro ideal para você.

Além disso, como já vimos, ele é atencioso com seus donos, carinhoso e uma ótima companhia para idosos e crianças que têm tempo para se dedicar a eles e que gostam de brincar.

Por que não ter um Old English Sheepdog

Os Old English Sheepdogs não são para pessoas que se preocupam muito com limpeza. Então se você é uma dessas pessoas, recomendamos que você escolha um outro cachorro para ser seu amigo. Por serem muito brincalhões, eles vivem na rua e por isso acabam acumulando sujeiras em seus longos pelos. Tudo acaba sendo levado para dentro de casa.

Além disso, se você já sabe que não vai ter tempo para dedicar ao bichinho, é melhor já pensar em alguma outra raça que seja um pouco mais independente emocionalmente. Os bobtails podem desenvolver crises de ansiedade caso percebam que não estão tendo a atenção que precisam.

Preço, como e onde comprar

Um cãozinho dessa raça pode custar entre R$ 1.200 a R$ 3.000. O valor normalmente varia de acordo com o canil, histórico da mãe e do pai do pet, inclusive, isso é algo que você deve prestar muita atenção antes da compra.

É muito importante que você reúna o máximo de informações sobre o Sheepdogs, antes da compra, para que você possa questionar o criador. Essas perguntas são fundamentais pois você precisa saber exatamente o perfil do cachorro que está levando pra casa, e isso nem sempre depende só da raça, uma vez que cada cãozinho tem o seu perfil individual.

Histórico médico dos pais, processo de gestação da mãe, como estava sendo a criação e a frequência das vacinas necessárias, são alguns dos assuntos que você deve colocar na sua lista para questionar a pessoa.

O animal pode ser encontrado em lojas e canis, mas a melhor maneira é entrando em contato pessoalmente com um canil especializado na raça, ou com pessoas individuais que criaram o animal.