husky

O Husky é um cão adorável, além de ser apreciado por sua beleza, seu comportamento e temperamento dócil ajudam a tornar a raça muito querida. Vamos conhecer um pouco mais sobre esse cão tão desejado.

Ficha técnica

• Peso: 12kg a 29kg
•  Altura: 50cm a 60cm
•  Grupo AKC: Trabalhadores
•  Grupo CBKC: 5
•  Outros nomes: Husky
•  Expectativa de vida: 12 a 15 anos
•  Origem: Rússia
•  Preço estimado: R$ 1.000 a R $2.500

Histórico

O Husky Siberiano é um cão que chama a atenção de todos devido à sua beleza e por parecer muito com um lobo. Sua origem remete à Sibéria, território pertencente à Rússia. Lá, mais especificamente na região conhecida como Montes Urais, um povo chamado de Chukchi utilizava a raça como puxadores de trenós.

Além de serem extremamente ágeis, eles também eram fortes o suficiente para puxar trenós com cargas e pessoas com mais facilidade que outros cães.

Até 1887 a região do Alaska (que atualmente faz parte do território estadunidense) pertencia à Rússia. Os animais, então, migraram junto com os humanos para habitar a região e aumentar a sua popularidade.

Em 1925 ocorreu uma epidemia que atingiu grande parte da população local, e sabe quem estava lá para ajudar as pessoas? Os bravos Huskys, pois muitos deles foram utilizados para puxar trenós com medicamentos que salvariam muitas vidas.

Depois de ganhar fama no Canadá, eles chegaram aos Estados Unidos, onde foram reconhecidos pela AKC em 1940. Durante todos esses anos, ele se tornou adorado não só por conduzir trenós e ser útil em trabalhos que exigissem força, mas também como cão de companhia para as famílias.

husky siberiano

Características físicas do Husky

Essa raça é uma das que mais se parecem com um lobo, tanto no aspecto físico como na sua personalidade. Seu corpo tem bastante pelo, além de ser musculoso e ter ótima postura.

Os machos, em termos gerais, podem ficar maiores que as fêmeas. Enquanto eles podem alcançar 60cm de altura e 27kg, elas chegam perto disso, com 57cm e 25kg.

Há uma grande variedade de cor da sua pelagem, podendo ser totalmente branco, branco e preto, cinza e branco, além de outras tonalidades.

Seu crânio é levemente arredondado, com o focinho um pouco alongado. As orelhas não são tão grandes e estão sempre eretas. Seu olho pode ser marrom ou azul (alguns têm um olho de cada cor), e apresenta uma expressão bastante amigável.

Comportamento do seu Husky Siberiano

O Husky é um cão adorável e muito popular em países onde a temperatura é mais baixa, como o Canadá e alguns países europeus. Além de ser apreciado por sua beleza, seu comportamento e temperamento dócil ajudam a tornar a raça muito querida.

Ele ainda apresenta características comuns aos seus ancestrais, como tendência a caçar outros bichos e tentar ser dominante em alguns momentos. Por isso, é indicado um treinamento desde filhote para que ele tenha um bom comportamento quando isso for exigido.

E temos uma boa notícia em relação à domesticação. Por ter sido utilizado como puxador de trenós, o Husky está acostumado a receber ordens. Em alguns momentos ele pode se tornar um pouco rebelde, mas como falamos anteriormente, o treinamento desde filhote é indicado justamente para que essas situações não sejam rotineiras.

Caso você adquira a raça, saiba que ela é muito apegada ao dono. A saúde do seu animal pode ser afetada quando o dono passa muito tempo fora de casa ou viaja bastante.

Eles têm muita energia e são bastante brincalhões, então esteja disposto a passear com ele e gastar toda sua energia. Embora às vezes eles queiram ser independentes, com carinho e persistência é possível ensinar vários truques ao seu mascote.

Se você estiver preocupado com o relacionamento dele com outras pessoas e animais, fique tranquilo. O Husky tem um ótimo trato com bebês, crianças e idades mais avançadas, além de se dar bem com outros bichos.

Alimentação do Husky Siberiano

Por ser um cão bastante peludo e robusto, fica mais difícil detectar quando um cão da raça está acima do peso. E isso não é raro de acontecer.

Veterinários e especialistas sugerem aos donos a não deixarem ração à disposição do bicho a todo momento. Seu cão deve aprender que há ordens a serem seguidas e que você é quem manda. O indicado é oferecer 1 a 2 porções de ração seca e de alta qualidade, duas vezes ao dia.

Mas lembre-se que aqui nós falamos em termos gerais. Quem vai dizer a quantidade exata é o veterinário do seu pet. Vale frisar que as características do pelo do Husky serão influenciadas pela propriedade da ração.

husky siberiano 01

Cuidados Especiais

Husky Siberiano não é uma raça indicada para qualquer pessoa ou ambiente. Ele possui algumas particularidades que devem ser levadas em consideração por quem deseja adquirir a raça.

Por isso, listamos aqui abaixo algumas recomendações que são importantes de saber antes de colocar um filhote da raça para dentro de casa.

Atenção com o peso do seu Husky

Falamos brevemente acima sobre a preocupação com o peso do seu cão. Por ter um grande porte e fazer muita atividade física, ele constantemente vai estar disposto a comer. Então caso ele encontre ração no pote a todo momento, ele vai acabar ingerindo.

Isso pode gerar sobrepeso e, consequentemente, outros problemas de saúde. Então bastante atenção na quantidade, qualidade e frequência de ração que é dada a ele.

Escovação do Husky

Para ter um Husky, você deve estar consciente que encontrará muito pelo no chão da casa. Então as dicas que damos é: dê ração de boa qualidade e escove o animal constantemente. Fazendo isso, você vai evitar que a queda ocorra em grande quantidade e em locais desagradáveis.

Principais problemas de saúde Husky Siberiano

Alterações ortopédicas, como displasia coxofemoral, são comuns nessa raça. Por isso, procure não exigir mais atividades do que o seu animal suporta.

Exercite o seu cão

Você deve ter percebido que essa raça historicamente está habituada a fazer muito exercício. Então procure fazer longas caminhas e brincadeiras sempre que possível. Além de fazer bem à saúde física, vai ser fundamental para que o seu cão se sinta amado, pois ele adora passar longos períodos ao lado do dono.

O recomendado é que ele se exercite de meia hora a uma hora por dia, em horários fracionados.

Não é recomendado sair em horários que a temperatura esteja muito alta, portanto, procure passear com ele nas
primeiras horas da manhã ou a partir do final da tarde.

Banho

Raramente você vai encontrar um Husky Siberiano com cheiro desagradável, a não ser que ele se exercite em locais sujos. Por isso, não se preocupe em ter que levá-lo com frequência ao petshop para tomar banho. Caso essa atividade seja feita em casa, não se esqueça de utilizar produtos de alta qualidade, pois vai interferir diretamente na saúde dos pelos e da pele do seu cão.

Verifique as orelhas e patas

Esses dois locais muitas vezes são esquecidos pelos donos. Para garantir que você seja surpreendido com alguma doença, esteja sempre atento a qualquer vermelhidão ou sinal estranho na pele do animal.

Caso vá limpar as orelhas, procure utilizar um algodão levemente umedecido com produto de ph neutro e com movimentos leves.

husky 03

Curiosidades do Husky Siberiano

O Husky Siberiano é uma raça muito adorada pelas pessoas e a sua fama é a de que ele é um cão muito carinhoso, companheiro e bastante ativo. Assim como as outras raças, ele tem as suas especificidades e curiosidades que só quem cria sabe. Segue abaixo alguns fatos interessantes para que você conheça mais sobre esse animal tão especial.

1. O uivo do Husky Siberiano pode ser ouvido a mais de 15km de distância;

2. O corpo do Husky suporta temperaturas baixíssimas, pois seus pelos e camadas de gordura são preparados para sobreviver até no ártico;

3. Um cão chamado Baldo foi responsável por liderar uma expedição que salvou milhares de pessoas no Canadá. Ele puxou os trenós que levaram medicamentos que foram utilizados pelos afetados pela epidemia;

4. Figurinha carimbada no cinema: Diversos filmes têm um Husky Siberiano no seu seleto quadro de atores. Reproduções como “Resgate abaixo de zero” e “Neve pra cachorro” são os mais conhecidos.

Reprodução e filhotes

Devido à alta popularidade da raça, vários criadores não executam a atividade com responsabilidade. O que ocorre é que muitos cães nascem sem traços comuns ao Husky, tanto na aparência física como na sua personalidade. A primeira dica que damos é procurar acasalar animais com alta qualidade física e comportamental, para que os filhotes nasçam sem problemas.

Quando a fêmea e o macho tiverem em contato durante o período indicado, procure alimentá-los com ração de alta qualidade. É muito importante ficar atento aos sinais que a fêmea exprime em relação ao macho, pois não é indicado que se force o acasalamento quando ela está arredia com o parceiro.

Quando os filhotes nascem, é fundamental dar as primeiras vacinas tanto para as novas crias como para a nova mãe. Muitas pessoas que fazem o acasalamento do animal em casa esquecem desse detalhe, que pode trazer sérios riscos à saúde dos bichos.

husky 02

Por que ter um Husky Siberiano

Ele é um cão lindo e que vai se relacionar bem com bebês, crianças, adultos e idosos, além de conviver em harmonia com outros animais. Para que isso ocorra vai ser preciso um treinamento desde filhote, mas essa atividade não vai te trazer grandes problemas.

Essa raça adora brincar e se exercitar, então se você tiver um estilo de vida aventureiro, tenha certeza que seu animal vai ficar muito feliz em te acompanhar. Só não esqueça que, assim como nós, eles também têm um limite físico. Então fique atento aos sinais de cansaço do seu animal, até para que ele não desenvolva nenhum problema de saúde.

Por que não ter um Husky

Primeiro de tudo, ele não se adapta bem a qualquer região. Locais onde a temperatura é elevada a maior parte do tempo não são ideais para o Husky, fazendo com que o cão apresente problemas de pele e fadiga.

Em relação ao temperamento do animal, ele pode ser um pouco teimoso. Isso dificulta um pouco o treinamento e domesticação, mas nada como persistência para que tudo dê certo no final.

É uma raça que pode apresentar alguns problemas de saúde nos olhos e ossos, por exemplo. Então o dono tem que sempre estar atento para possíveis sinais que o cão possa apresentar.

Como e onde comprar

A primeira coisa que você deve se preocupar antes de comprar um Husky é em procurar boas referências sobre os locais que trabalham com essa raça. Como a criação não é indicada para qualquer pessoa e nem para qualquer região, talvez não seja fácil encontrar um criador especialista perto de você.

Busque referência com quem já adquiriu um cão da raça, isso já ajuda a saber as dificuldades encontradas por quem tem um animal igual.

Caso procure anúncios em jornais, revistas ou internet, desconfie de preços e condições fora do normal. Um Husky pode variar muito de preço de acordo com o local de criação, as características do filhote e as particularidades dos pais.

Quando for visitar o local que deseja obter o cão, vá com o máximo de informações possíveis sobre a raça, como tamanho, peso, cores, características do focinho, rabo, dentes, e faça perguntas para avaliar se o proprietário tem domínio sobre o assunto.

Como falamos anteriormente, muitos Huskys nascem fora do padrão por conta da criação irresponsável, então procure dar valor a quem se preocupa de verdade em desenvolver as características reais da raça.