border-collie

O Border Collie é a raça de cachorro mais inteligente existente. Além disso, essa é uma raça que necessita gastar muita energia diariamente. Então, se você gosta de praticar corridas ou esportes similares regularmente, ele será um ótimo companheiro para você. Vamos conhecer um pouco mais sobre esse cãozinho que não consegue parar quieto.

Ficha técnica:

• Peso: 12kg a 20kg
• Altura: 45cm a 60cm
• Grupo AKC: Pastoreio
• Grupo CBKC: Grupo 1
• Outros nomes: Nenhum
• Expectativa de vida: 12 a 15 anos
• Origem: Reino Unido
• Preço estimado: R$1.000,00 a R$2.500,00

Histórico

Bill Gates, William Shakespeare, Steve Jobs, Albert Einstein e Border Collie. Se você quiser comparar essa raça a seres humanos, talvez esses da lista estejam à altura. Exageros à parte, o Border Collie é considerado o mais inteligente entre todos os cães.

Originário do Reino Unido, especialistas ainda não chegaram a um consenso sobre a sua descendência. Mas a história que mais se difunde é bastante interessante. Nos anos 1800 era muito comum ter um Border Collie ajudando os pastores nos campos, pois eles eram ágeis e muito inteligentes para a atividade.

Entretanto, sua agitação era um fator que em certos momentos atrapalhava, pois eles latiam muito e alguns chegavam a morder as ovelhas do pastoreio. Foi aí que os criadores tiveram uma ideia: criaram um campeonato entre cães da raça para que se fosse escolhido o Border perfeito.

E foi isso que eles conseguiram por volta de 1870, quando um cachorro chamado Hemp se destacou na competição de tal forma que gerou uma grande quantidade de descendentes, sendo considerado o pai do Border Collie.

border collie

No início dos anos 1900, começou a ocorrer uma padronização da raça, mas apenas as características comportamentais eram levadas em consideração no momento de classificar os animais. Antes chamados de sheepDogs (pastores de ovelhas), em 1915 o Border Collie passou a ter o nome que atualmente é conhecido.A referência é feita devido a região do Border, entre a Inglaterra e Escócia. Quando chegou à América, logo encantou a todos.

Sua obediência, eficiência no trabalho e também sua beleza foram fundamentais para cativar a todos. Por ser tão perspicaz, passou a ser uma raça comum em campeonatos de obediência, além de estar presente também no trabalho nos campos.

Após muitos anos tentando reconhecimento frente a AKC para ser considerado um cão de exposição, os criadores conseguiram, em 1995, que a entidade atendesse aos pedidos.

Características físicas do Border Collie

O Border é um cão de pelagem moderadamente longa e bastante lisa, com grande variedade de coloração. Sua altura pode variar de acordo com o sexo, pois a fêmea pode ter entre 45cm a 53cm, enquanto o macho pode ser um pouco maior, medindo de 49cm a 59cm. Em relação ao peso não há grande variedade, pois ambos têm entre 12kg a 20kg.

Por ser uma raça bastante atlética, seu tronco é um pouco mais alto na cernelha (cernelha é a altura que compreende a base da pata dianteira até a base do pescoço, em linha reta).

O pescoço é bem firme e alongado, o que deixa sua postura ainda mais imponente. Sua cabeça é levemente alargada, com focinho um pouco alongado, e orelhas proporcionais em formato triangular.

Assim como todo o corpo, seu rabo também apresenta bastante pelo, além de ser levemente curvo.

Comportamento do seu Border Collie

Cuidado ao comprar um Border Collie. Antes de decidir comprar um cão da raça, pesquise o máximo de informações possíveis (na verdade, você vai achar a maior parte delas aqui) sobre seu comportamento, pois esse é um ponto fundamental na criação.

Como falamos lá no início do texto, o Border Collie sempre teve a função de ajudar o trabalho de pastores no campo. Sempre muito ativos, eles guiavam ovelhas para que voltassem a uma área pré-determinada pelos seus criadores. Sendo assim, eles sempre foram animais acostumados a gastar bastante energia ao longo do dia. Mesmo que se tenha passado mais de 200 anos, essa característica não mudou.

Primeira dica, se você mora em apartamento, esqueça a ideia de ter um Collie. Além de ter muita energia, ele gosta de comandar e tentar organizar as coisas, além de correr atrás de objetos que se movam, como carros e outros animais. Se você for uma pessoa que gosta de correr na praia, andar de bicicleta ou tem uma fazenda, tenha certeza que ele vai ser seu companheiro ideal. Por ser muito parceiro e adorar atividades físicas e mentais, vai ser extremamente agradecido se tiver oportunidades de gastar energia.

Mas se você não proporcionar bons momentos ou deixá-lo em um espaço pouco amplo, tenha certeza que ele vai encontrar uma maneira de se entreter. E deixar essa função a cargo de um cão tão inteligente não é uma boa ideia, pois o Collie pode acabar cavando e destruindo coisas que estejam a sua volta.

border collie 01

Alimentação do Collie

O Collie é um cão que gasta muita energia, isso você já percebeu. Mas devido ao seu tamanho, não é uma raça que exige grande quantidade de alimentos ao longo do dia. Quando adquirir um, leve a um veterinário (se for um especializado em Collie, melhor ainda) e descubra qual a melhor ração para ele.

A porção pode variar de acordo com a quantidade de energia que ele gasta durante o dia, mas duas xícaras duas vezes ao dia já deve ser o suficiente. Mas é claro que ninguém melhor que o seu veterinário para indicar melhor, pois o que falamos aqui são termos gerais.

Cuidados Especiais

Quando vamos escolher uma raça, devemos ter em mente que cada uma possui suas necessidades específicas. São cuidados que devemos ter e que vão ser fundamentais para que nosso cãozinho tenha uma boa saúde. Essa preocupação vale tanto para cuidados físicos, como atenção com os pelos, dentes, peso, mas também se estende às atividades físicas e características comportamentais.

E com o Collie não é diferente. Por essa razão, vamos falar um pouco mais sobre os cuidados especiais que devemos ter com essa raça.

Gaste a energia do seu Collie

Sim, já falamos no tópico anterior que o Collie é muito ativo e que ele precisa gastar energia ao longo do dia. Mas essa dica é tão importante que resolvemos deixar ela aqui também. Lembre que ele é um cão muito inteligente, então procure atividades que o envolvam física e mentalmente, para que ele possa ficar satisfeito por completo. Com isso em mente, tenha certeza que você estará criando um animal saudável e feliz.

Cuide do pelo do seu Cão

Se tem uma característica do Border que chama bastante atenção é a sua pelagem. Ela é um pouco alongada e lisa, e quando o cão é alimentado com ração de qualidade o pelo tende a ser mais brilhante. Escove-o com mais frequência nos períodos em que os pelos caem mais, isso evita que o ambiente fique enfestado.

Banho é bom, mas não exagere

Assim como os cães com pelagem mais longa, procure não dar tanto banho no seu Collie. O ideal é que ele vá ao petshop a cada 4 meses pelo menos. Mais que isso pode acabar prejudicando os pelos, ocasionando queda mais frequente. É claro que se você levar seu cão para aquela atividade mais intensa onde ele possa acabar se sujando, um banhozinho não vai fazer mal. Apenas lembre de utilizar produtos indicados para animais.

Adestre o Border Collie

Já falamos de diversas raças que são bastante inteligentes, mas nenhuma se compara ao Collie. No ranking das raças mais inteligentes, ela figura na primeira posição, e por isso é a preferida para quem deseja adestrar ou ter um animal obediente.

Caso deseje ensinar comandos ao seu filhote, saiba que desde os primeiros meses isso já é possível. Procure truques mais simples, como “sente” ou “espere”, até para facilitar quando for sair com seu animalzinho na rua. Dar um agrado a ele quando tudo for feito como o exigido também é uma forma de estimular o Collie a continuar obedecendo ao treinamento.

border collie 02

Curiosidades do Border Collie

Não é comum encontrarmos muitas pessoas passeando com um Border Collie em grandes centros urbanos. Por ser um cão que necessita de espaço para gastar sua energia, é mais comum encontrá-lo em casas com jardim, fazendas ou locais onde ele possa correr com mais liberdade.

E por não encontrarmos com esse cão com tanta frequência é que deixamos de conhecer algumas de suas particularidades. Mas reservamos um espaço justamente para contar um pouco das curiosidades sobre ele.

1. Raça preferida para aparecer em propagandas: Justamente por ser considerado o cão mais inteligente de todos, o Border Collie é o preferido para aparecer em séries, filmes e propagandas.

2. Número 1 no ranking de inteligência: Se você deseja criar a raça mais inteligente de todas, saiba que o Border Collie é a sua escolha. Mas não esqueça de ver se seu estilo de vida é compatível com as necessidades do cão.

3. Queridinho entre artistas: Atores como Fiuk e Fernanda Paes Leme são exemplos de famosos que criam a raça Border Collie.

4. Cão atleta: Quem curte agility (corrida com obstáculos para cães) está acostumado a ver o Border Collie entre os mais utilizados para a atividade. Isso se dá por ele ser bastante inteligente, ser ágil e ter muita energia.

5. Tendência a algumas doenças: Displasia coxofemoral e algumas alterações oftálmicas são problemas comuns que podem ser encontrados na raça. Por isso, procure ficar atento a comportamentos estranhos e leve ao veterinário se achar necessário.

Reprodução e filhotes

Uma fêmea de Border Collie em boas condições pode ter de 6 a 10 filhotes. Isso pode ser um fator negativo, pois muitas vezes criadores irresponsáveis exploram a raça sem responsabilidade.

Justamente por ser um cão muito adorado por sua inteligência e habilidade em comandar outros animais, o seu valor de venda é um pouco alto quando comparado a outras raças. Alguns filhotes podem chegar a custar R$2.500,00 reais.

Assim como os cães adultos, os mais novos também exigem os mesmos cuidados em relação à atividade física, além de ser indicada a iniciação da domesticação desde os primeiros meses de vida. A partir do segundo cio, ou quando ultrapassar a idade aproximada de um ano e meio de vida, os cães já podem iniciar o processo de reprodução.

A gestação dura em média 2 meses (60 dias) e não deve ocorrer mais de uma vez por ano, para garantir o bem-estar do animal e dos filhotes.

Por que ter um Border Collie

Ele se dá bem com crianças, adultos, idosos e outros animais. É bastante ativo, inteligente e atende a comandos quando ensinado desde cedo. Se você deseja adquirir um cão companheiro e que pode te acompanhar em caminhadas longas, corridas na praia, ou que possa ajudar em trabalhos de pastoreio no campo, o Border Collie é a raça ideal.

Por que não ter um Border Collie

Falamos aqui inúmeras vezes que o Border Collie é uma raça que demanda bastante cuidado do criador no quesito atividade física. Se você não tiver espaço suficiente ou tempo para gastar toda energia do seu cão, é indicado que seja analisada a aquisição do animal.

Por mais que desejemos ter uma determinada raça, é preciso botar a qualidade de vida do bicho em primeiro lugar, pois somos nós que vamos colocar ele em nossa vida.

border collie 03

Preço, como comprar e onde

Antes de mais nada, procure boas referências sobre os locais que trabalham com essa raça. Busque as que trabalham de forma responsável, pois por mais que se espere obter lucro com a venda dos filhotes, a saúde do cão deve ser a prioridade.

Converse com quem já adquiriu um Border Collie em busca de informações e referências. Caso procure anúncios em jornais, revistas ou internet, desconfie de preços e condições fora do normal. O Border Collie é uma raça um pouco cara, e pode custar de 1000 a 2.500 reais (às vezes mais), dependendo do canil e outros fatores.

Quando for visitar o local que deseja obter o cão, faça uma busca do máximo de informações possíveis sobre a raça, como tamanho, peso, cores, características do focinho, rabo, dentes, e faça perguntas para avaliar se o proprietário tem conhecimento sobre esses quesitos.

O Border Collie é uma das raças que se encontram para adoção em muitos locais. Isso ocorre porque muitas pessoas adquirem um cão de forma impulsiva e acabam não tendo compatibilidade com o tipo de criação adequada. No fim, muitos cães são abandonados sem nem mesmo terem a chance de mostrar o lado bom de cuidar de um Border Collie.